Cotações por TradingView

Como saber se uma ação tem tag along? Aprenda agora mesmo!

Tempo de leitura: 5 minutos

Como acionista de uma empresa, você tem diversos direitos — como o de participar dos resultados do negócio. Outro direito relevante é o tag along, que pode ajudá-lo a evitar certos riscos. Mas você sabe como é possível saber se uma ação tem tag along?

O melhor caminho é conhecer como essa regra funciona e a quais papéis é aplicada. Assim, você pode identificar as oportunidades do mercado e definir se a busca por um tag along mais elevado é adequada para a sua estratégia.

Neste artigo, você verá como saber se uma ação tem tag along e por que ele é importante. Descubra!

O que é tag along em ações?

O tag along de ações é um mecanismo previsto pela Lei das Sociedades Anônimas. Ele existe para garantir que acionistas minoritários possam vender suas ações para um novo controlador, caso ocorra a alienação do controle da empresa.

Como você verá, essa negociação deve ocorrer com base no preço que foi pago aos antigos controladores. Desse modo, refere-se a uma proteção para os investidores menores.

Como ele funciona?

Para entender melhor o funcionamento do tag along, considere que você escolhe uma empresa de capital aberto para investir. Antes de efetuar a compra dos papéis, faz uma análise do quadro diretor e acredita que as perspectivas tendem a ser positivas devido ao trabalho dos responsáveis.

Contudo, depois de certo tempo, os antigos controladores (ou sócios majoritários) decidem passar o controle da empresa para outras pessoas. Eles o fazem por meio da venda de participação, incluindo a venda de ações.

Como consequência, novos responsáveis têm o comando do negócio — o que pode implicar em decisões diferentes para a empresa. Nesse contexto, você pode não se sentir seguro quanto ao futuro do empreendimento, já que baseou sua escolha na antiga administração.

É seu direito decide vender as ações na bolsa. Mas diante das mudanças pode ser que elas estejam com preços instáveis e você tenha medo de prejuízos. Esse risco reduz se os papéis tiverem tag along. Ele torna viável vendê-los por, no mínimo, 80% do que foi pago aos antigos controladores.

Isso porque o novo controlador fica obrigado a adquirir os papéis dos acionistas minoritários que desejarem vendê-lo. Mais que isso: é necessário que o preço esteja relativamente equiparado ao que foi pago aos antigos controladores.

Essa compra de ações costuma ser feita por uma Oferta Pública de Ações (OPA). Então os interessados devem disponibilizar seus papéis pelo preço oferecido pelo novo responsável.

Qual é a importância do tag along?

Por seu funcionamento, o tag along é um mecanismo importante do mercado de ações. como você viu, a principal função é proteger os acionistas minoritários, já que eles têm menor poder de negociação individual se comparado aos acionistas majoritários.

Como a troca de controle da empresa pode gerar dúvidas ou inseguranças, é natural que investidores queiram se desfazer dos papéis. Com o tag along, eles podem fazer isso diretamente para os novos controladores, sem dificuldades.

Por conta disso, a regra também serve para garantir liquidez aos papéis. Assim, praticamente não existe o risco de o acionista não conseguir fazer a venda de ações.

Quais as vantagens e desvantagens do tag along?

A importância do tag along já serve para justificar uma de suas vantagens: a proteção do investidor. Você acabou de conferir que com ações que têm tag along é possível mitigar riscos associados à troca de controle da companhia.

Além disso, ele é um dispositivo relacionado à governança corporativa. Empresas com ações que apresentam maior tag along costumam ser vistas como detentoras de um grau de governança melhor.

Na prática, isso favorece indiretamente os investidores. Afinal, é um aspecto que pode atrair o interesse do mercado financeiro e ajudar a valorizar os papéis ao longo do tempo. Também pode ser um indício de outros pontos importantes a respeito da governança.

Sobre as desvantagens, o novo controlador é que deve ter mais atenção nesse sentido. Como a troca de controle da empresa só pode acontecer mediante a ocorrência de uma OPA, é preciso estar preparado para realizar esse tipo de compra.

Como saber se uma ação tem tag along?

Se você tem interesse em comprar uma ação com tag along, vale a pena saber como encontrá-las. O primeiro passo envolve aprender que o mecanismo é obrigatório para as ações ordinárias (ON) — que são as que dão direito a voto.

Portanto, toda ação ordinária negociada na bolsa de valores brasileira apresenta tag along. Em algumas empresas, por decisão interna, o mecanismo pode se estender às ações preferenciais (PN) — que concedem prioridade no recebimento de dividendos.

Para buscar essa informação, você pode considerar o nível de listagem da companhia na bolsa de valores. Todas as empresas que fazem parte do nível conhecido como Novo Mercado, por exemplo, são obrigadas a negociarem apenas ações ordinárias. Logo, todas têm tag along.

Após identificar a existência do tag along, você deve conferir qual é o patamar apresentado. O pagamento de 80% do preço oferecido aos antigos acionistas é o mínimo, mas pode ser alterado.

Existem diversas ações que têm 100% de tag along, como acontece com os papéis do Novo Mercado — no qual esse patamar é obrigatório. Nesse caso, acionistas minoritários têm o direito de receber o exato preço que foi pago aos antigos responsáveis.

Quando vale a pena escolher ações com tag along?

Como você viu, investir em ações com tag along pode ser interessante para se proteger e diminuir sua exposição ao risco das decisões de uma nova gestão. Porém, é preciso ter atenção para não escolher um papel apenas por conta dessa característica.

Se uma empresa tiver papéis ON e PN, por exemplo, as ações ordinárias podem ter menos liquidez. Além disso, a análise fundamentalista do negócio continua indispensável. O tag along não torna, necessariamente, a empresa interessante e com boas perspectivas.

Para conhecer as expectativas e os riscos, é crucial analisar os indicadores fundamentalistas de forma ampla. Ademais, vale a pena acompanhar notícias da empresa e do setor. Assim, você poderá concluir se a alternativa é, de fato, uma opção para você.

Como você viu, saber se uma ação tem tag along envolve conhecer as regras de governança corporativa seguidas pela empresa. Caso tenha interesse nessa ferramenta, é possível buscar papéis com o mecanismo — mas a decisão deve englobar diversos outros fatores.

Quer investir em ações e não sabe por onde começar? Conheça a Guide Investimentos e comece a realizar suas operações!

Relacionados

Existe ETF de bitcoins? Conheça fundos de índice para investir em criptomoedas!

As criptomoedas vêm se destacando no mercado financeiro, atraindo a atenção de diversos investidores. Como consequência, é comum que novas alternativas [...]

Guide Investimentos - 26/11/2021

Quanto vale cada ponto no mini dólar? Tire suas dúvidas!

Os minicontratos de dólar estão entre as alternativas mais procuradas por especuladores que buscam ganhos no curto ou curtíssimo prazo. Porém, [...]

Guide Investimentos - 25/11/2021

Fundo long only: quais as diferenças para outros fundos de ações?

O mercado de renda variável é repleto de alternativas. Por exemplo, você pode investir em ações, FIIs (fundos imobiliários), ETFs (fundos [...]

Guide Investimentos - 24/11/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções