Qual é a diferença entre bull e bear market?

Tempo de leitura: 3 minutos

Quando o assunto é mercado financeiro, não é nada raro encontrar conceitos e assuntos de difícil compreensão, muitas vezes restrito a “especialistas”, o que acaba ocasionando o afastamento do público leigo, que não entende tanto. 

Exemplos não faltam! Podendo ir de swap cambial até derivativos

Não obstante, esquecendo, pelo menos por enquanto, os termos e assuntos mais complexos do mercado financeiro, vamos começar pela abordagem de algo mais trivial, mas que é o alvo da preocupação de praticamente todo investidor. 

Trata-se da diferença entre bull market e bear market.

Afinal, o touro (bull) e o urso (bear) definem a hora certa de vender e comprar ações. Isso parece ser extremamente importante no mercado financeiro, não é mesmo?

O que é bull market?

Bull market é quando o mercado está em alta. Essa associação entre mercado em alta e o touro é resultado de uma metáfora acerca do ataque do touro, que consiste em utilizar os chifres para alavancar e jogar para cima a sua presa.

Mercados em alta ocorrem quando os preços dos investimentos estão em alta por um determinado período de tempo e a confiança está elevando. Isso faz com que mais gente queira entrar comprando, para aproveitar o momento e com medo de perder a oportunidade de ganhos consideráveis. Os investidores procuram comprar ou manter ações, resultando na criação de um mercado comprador. Considerando os ciclos econômicos, momentos de bull market geralmente são acompanhados de economias nacionais em ascensão e com baixo desemprego. 

Um bom exemplo de bull market foi o período de boom econômico no pós Segunda Guerra Mundial. No Brasil, de 2003 até 2008 tivemos uma tremenda subida dos mercados. No final de 2018 e início de 2019 tivemos também um período de crescimento acelerado.

O que é bear market?

Bear market é quando o mercado está em baixa. A associação, desta vez entre mercado em baixa e o urso, deve-se a uma metáfora realizada sobre o ataque do urso, que, diferente do touro, utiliza as suas presas para abaixar, ou seja, jogar para baixo a sua presa.

Enquanto a palavra chave que move o bull market é otimismo, no caso do mercado em baixa, bear market, a situação é oposta, resumindo-se em insegurança e pessimismo. O bear market ocorre em períodos de desaceleração econômica e elevação do desemprego, gerando consequências imediatas para a expectativa de consumidores e produtores. 

Assim, ao invés de querer manter ou comprar ações no mercado, os investidores querem vender ou, muitas vezes, optam por opções mais seguras, como os títulos de renda fixa.

O mais famoso bear market, pelo menos até o presente momento, foi a Grande Depressão em 1929. Mas também podemos citar o instante posterior à crise de 2008 (Subprime) e aqui no Brasil no período pré-impeachment de Dilma, em 2016.

Em momentos de bull e bear market, o que fazer?

A principal diferença entre os mercados em alta e em baixa está na decisão de compra e venda de ações no mercado, seja para maximizar lucros ou minimizar prejuízos. Isso na verdade é muito bonito no papel, mas o desafio de “1 milhão de dólares” é identificar o início desses momentos para conseguir surfar a onda do ciclo do mercado (lembrando que é possível ganhar dinheiro com o mercado em baixa).

Em um cenário de bull market, comprar ações e vendê-las antes que atinjam o seu pico é o ideal, dado o maior potencial para retornos mais elevados. No caso do bear market, onde se tem um maior nível de pessimismo no mercado, é importante manter a prudência, sendo recomendado opções de renda fixa. Mas claro, tudo isso depende do contexto, além do próprio perfil do investidor. 

Nesse momento, é muito importante contar com uma instituição séria e competente que possua ótimas opções de investimento para cada cenário e para cada tipo de investidor. Apenas assim, não importando se é bull ou bear market, o investidor poderá ter ótimos ganhos obtidos de maneira segura.  

Relacionados

4 Investimentos atrelados à inflação que vale a pena conhecer

O seu poder de compra não é o mesmo ao longo do tempo. Por causa da inflação e o consequente aumento [...]

Guide Investimentos - 14/04/2021

Os 7 erros mais comuns na declaração de imposto de renda

O envio da declaração anual de imposto de renda é um dos principais compromissos na agenda dos brasileiros e que merece [...]

Syntax Finance - 13/04/2021

Qual a diferença entre LC, LCI e LCA?

Os investimentos em renda fixa trazem diversas possibilidades para quem deseja ter mais segurança e previsibilidade quanto ao retorno. Na hora [...]

Guide Investimentos - 12/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções