EUA: Fauci diz que não vê volta à normalidade no país antes do Natal

Tempo de leitura: 1 minuto

Principal assessor médico da Casa Branca, o epidemiologista Anthony Fauci afirmou nesta quinta-feira, 18, que a sociedade americana deve voltar a ter algum grau de normalidade apenas por volta do Natal. No entanto, o infectologista explicou que a previsão é uma estimativa e está sujeita a riscos, entre eles a disseminação de variantes mais contagiosas do coronavírus.

Em entrevista à MSNBC, Fauci também comentou a situação das novas mutações. Segundo ele, embora sejam eficaz contra a cepa descoberta no Reino Unido, as vacinas disponíveis nos Estados Unidos parecem ser menos eficiente na prevenção da versão sul-africana do sars-cov-2. “Mas elas ainda fornecem algum tipo de proteção, particularmente contra casos mais graves”, explicou.

O médico, que é diretor do Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas dos EUA, informou ainda que o comitê consultivo da Administração de Alimentos e Medicamentos (FDA, na sigla em inglês) se reúne no próximo dia 26 para decidir se recomenda a autorização do imunizante desenvolvido pela Johnson & Johnson (J&J). “Estamos trabalhando para atualizar as vacinas contra as variantes”, revelou.

De acordo com Fauci, a queda na expectativa de vida no país em um ano é “totalmente” atribuída à covid-19. Ele acrescentou que o governo trabalha para aumentar o volume de sequenciamento genético, a fim de detectar as mutações do vírus mais rapidamente.

Relacionados

ONS diz que discussões sobre leilões de potência estão sendo finalizadas

O diretor geral do Operador Nacional do Sistema (ONS), Luiz Carlos Ciocchi, informou que as discussões sobre os inéditos leilões de [...]

Estadão - 20/04/2021

Presidente do STJ reconsidera decisão e retira Aeroporto de Manaus de leilão

O presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministro Humberto Martins, reconsiderou sua própria decisão e retirou o Aeroporto Internacional de Manaus [...]

Estadão - 20/04/2021

Júri declara Derek Chauvin culpado pela morte de George Floyd

O ex-policial Derek Chauvin foi considerado culpado pela morte de George Floyd. O júri anunciou seu veredicto na tarde desta terça-feira, [...]

Estadão - 20/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções