Taxas futuras de juros rondam estabilidade após dado de desemprego

Tempo de leitura: 1 minuto

Os juros futuros operam estáveis, com viés de alta, na manhã desta sexta-feira, 30, após terem caído ontem e não exibindo reação ao dado de desemprego da Pnad contínua. Investidores aguardam pelo resultado do setor público consolidado de março (9h30). Esses indicadores, no entanto, não devem alterar as apostas para Selic, de alta de 75 pontos-base, para 3,50% ao ano, na semana que vem. Às 9h17, a taxa de contrato de depósito interfinanceiro (DI) para janeiro de 2027 estava na máxima de 8,36%, de 8,34% no ajuste de quinta-feira. O DI para janeiro de 2023 estava na máxima de 6,20%, de 6,17%, e o para janeiro de 2022 marcava máxima de 4,62%, mesma taxa doo ajuste anterior.

Relacionados

Presidente da dona da Fiat vê piora no cenário de falta de peças até junho

O segundo trimestre será o mais severo para a indústria automobilística brasileira, que pode voltar a suspender a produção por causa [...]

Estadão - 07/05/2021

BIP seria porta de entrada no mercado de trabalho

Dentro da equipe econômica, a criação do Bônus de Inclusão Produtiva (BIP) é vista como "porta de entrada" no mercado de [...]

Estadão - 07/05/2021

IBGE: piora da pandemia prejudicou todo segmento do varejo, exceto supermercados

O recrudescimento da pandemia de covid-19 e as medidas restritivas necessárias para o combate à disseminação do novo coronavírus prejudicaram de [...]

Estadão - 07/05/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções