Grupo Alimentação e Bebidas sobe 0,12% no IPCA-15 de março

Tempo de leitura: 1 minuto

Os gastos das famílias com Alimentação e Bebidas subiram menos na passagem de fevereiro para março, segundo o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) divulgado nesta quinta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O grupo Alimentação e Bebidas desacelerou de um aumento de 0,56% em fevereiro para uma elevação de 0,12% em março, uma contribuição de 0,03 ponto porcentual do grupo para a taxa de 0,93% do IPCA-15 deste mês.

Os preços dos alimentos para consumo no domicílio caíram 0,03%, interrompendo uma sequência de sete meses consecutivos de altas.

As famílias pagaram menos pelo tomate (-17,50%), batata-inglesa (-16,20%), leite longa vida (-4,50%) e arroz (-1,65%). Por outro lado, as carnes ficaram 1,72% mais caras.

A alimentação fora do domicílio subiu 0,49% em março. O lanche aumentou 0,64%, enquanto a refeição fora de casa subiu 0,33%.

O grupo Alimentação e Bebidas acumula uma alta de 14,51% em 12 meses até março.

Relacionados

Com 11,4% dos votos contados, Castillo lidera eleições presidenciais no Peru

Com 11,4% dos votos contabilizados, o candidato de esquerda Pedro Castillo lidera a disputa pela Presidência do Peru, informou há pouco [...]

Estadão - 12/04/2021

Lasso se proclama vencedor das eleições presidenciais no Equador

O ex-banqueiro Guillermo Lasso se proclamou vencedor das eleições presidenciais do Equador nesta segunda-feira. O candidato agradeceu aos cidadãos após a [...]

Estadão - 12/04/2021

Embaixador dos EUA afirma que País terá de preservar Amazônia para entrar na OCDE

Diante de uma seleta plateia virtual com nomes de peso do empresariado e ex-ministros de diferentes governos, o embaixador americano no [...]

Estadão - 11/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções