Fluxo global de investimento estrangeiro cai 38% em 2020, a US$ 846 bi, diz OCDE

Tempo de leitura: 1 minuto

Os fluxos globais de investimento estrangeiro direto (IED) caíram 38% em 2020, na comparação com o resultado do ano anterior, a US$ 846 bilhões, segundo cálculos da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Com o impacto da pandemia de covid-19, o IED mundial caiu para seu nível mais baixo desde 2005.

Em relatório divulgado nesta sexta-feira, a OCDE também destaca que os fluxos de IED no mundo representaram apenas 1% do Produto Interno Bruto (PIB) global no ano passado, a menor marca desde 1999.

No entanto, segundo a entidade multilateral, o investimento estrangeiro direto em economias do G20 que não fazem parte da OCDE diminuiu apenas 9% no período, devido à recuperação econômica na China e na Índia no final de 2020.

“A China ultrapassou os Estados Unidos como principal destino de IED em todo o mundo”, aponta um trecho do relatório.

As maiores fontes de saída de IED em 2020, por sua vez, foram EUA, Luxemburgo e Japão.

Relacionados

União honrou R$ 477,74 milhões em dívidas de Estados em abril, diz Tesouro

O Tesouro Nacional precisou desembolsar R$ 477,74 milhões em abril para honrar débitos bancários com garantias da União que não foram [...]

Estadão - 07/05/2021

Brasil precisa se reinventar para ser mais competitivo, diz presidente da Anfavea

A Anfavea, entidade que representa as montadoras, apresentou nesta sexta-feira, 7, dados sobre a defasagem entre as posições do Brasil como [...]

Estadão - 07/05/2021

Força-tarefa da Casa Branca destaca nova melhora em números da covid-19 nos EUA

A força-tarefa da Casa Branca para enfrentar a pandemia destacou, durante entrevista coletiva virtual nesta sexta-feira, a melhora do quadro no [...]

Estadão - 07/05/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções