Cotações por TradingView

Open Investment: o que é, como deve funcionar e quais os benefícios para os investidores?

Tempo de leitura: 5 minutos

O Open Investment é uma iniciativa que prevê a autorização do compartilhamento de dados entre instituições financeiras. Isso facilita a oferta de produtos e serviços, além de liberdade de escolha e inovação.

O Open Investment, assim como o Open Banking e o Open Insurance, fazem parte do Open Finance, que reúne em um mesmo ecossistema diversas frentes de tecnologia em investimentos, seguros e previdência.

A participação da área de investimentos já estava prevista para acontecer na 4ª fase de implementação do Open Banking e, como tudo indica, deve ser muito similar ao Open Insurance. Até o momento, a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (ANBIMA), enviou uma proposta inicial para o Banco Central (BC).

O que você verá neste artigo?
Como o Open Investment vai funcionar?
Pioneirismo
Open Finance: ecossistema financeiro
Benefícios do Open Investment
Possibilidades no setor de investimentos

Neste artigo, vamos falar sobre os detalhes da proposta para Open Investment já divulgada pela ANBIMA, assim como os benefícios e possibilidades no setor de investimentos. Confira!

Como o Open Investment vai funcionar?

Desde 2018, a ANBIMA vem promovendo discussões sobre Open Banking. Isso porque, produtos de investimento do mercado financeiro e de capitais já haviam sido incluídos na 4ª fase de implementação do Open Banking.

Assim, em 2021, esse tema se tornou prioridade pelas lideranças do grupo. Dessa forma, foi criada a elaboração da proposta inicial para Open Investment, já enviada ao Banco Central. A ANBIMA, sugere que o projeto inclua informações dos seguintes produtos de investimento:

  • CDBs/RDBs;
  • LCIs;
  • LCAs;
  • CRIs;
  • CRAs;
  • Debêntures;
  • Ações;
  • ETFs;
  • Tesouro direto.

Neste primeiro momento, o foco está nos produtos e serviços que são relevantes para o varejo. A ideia é ter 3 etapas. Essa escala auxiliará as instituições a terem o tempo hábil de desenvolvimento. Veja:

Fase 1: prevista para dezembro de 2021

Fase em que as instituições poderão disponibilizar seus dados, como identificação dos produtos, taxas e validade de cada um.

Fase 2: prevista para junho de 2022

Nessa fase, os clientes poderão autorizar o compartilhamento de seus dados, informando o produto e o volume aplicado.

Fase 3: prevista para dezembro de 2022

Fase em que poderá ser compartilhado também os dados de transações de investidores.

De acordo com a ANBIMA, eles optaram por priorizar os dados com intuito de fomentar a competitividade, transparência e desenvolvimento da indústria de investimentos, focando em produtos e serviços que são relevantes para os clientes do varejo.

Pioneirismo

A ANBIMA ainda destaca o pioneirismo brasileiro no Open Investment, afinal outros países até iniciaram esse tipo de projeto, mas com poucos produtos disponíveis, com pouca atuação de um órgão regulador, que, por sua vez, é um fator muito importante no processo de organizar as fases de implementação e proteger os consumidores, garantindo que os dados sejam utilizados de forma ética e segura.

O Open Investment deve funcionar por meio de APIs (do inglês, Application Programming Interface), que atuam na intermediação e permitem a comunicação e a troca de informações entre plataformas.

O compartilhamento de informações deve acontecer somente mediante consentimento, autenticação e confirmação dos investidores.

Além disso, a tecnologia da API permite a criação de novos aplicativos e serviços, como, por exemplo, uma aplicação que permita a avaliação de todos os investimentos em um único lugar.

Open Finance: ecossistema financeiro

Como já comentamos no início, o Open Investment faz parte do Open Finance, assim como o Open Insurance e o Open Banking:

No Open Banking, a iniciativa permite que os titulares/clientes possam autorizar o compartilhamento de seus dados financeiros com as instituições participantes do Open Banking reguladas pelo Banco Central, para obter melhores serviços e produtos, como ofertas de crédito personalizadas, ou ainda permitir a criação de aplicativos agregadores de finanças pessoais, por exemplo.

Com o Open Insurance não é muito diferente, a ideia é permitir que os clientes possam autorizar, de forma segura, o compartilhamento de seus dados, para, a partir daí, obter melhores serviços e fomentar a criação de novos modelos de negócio na área de seguros.

O objetivo principal do Open Finance é aumentar a concorrência e, como consequência, a eficiência do sistema financeiro para democratizar, desburocratizar e desmonetizar, ampliando o conjunto de produtos e serviços oferecidos.

Benefícios do Open Investment

Ainda que a implementação do Open Investment ainda não tenha começado, já são muitas as expectativas para os benefícios que ele pode trazer para os investidores. Conheça alguns deles:

Autonomia em relação à vida financeira:

A autonomia está na mão dos investidores, que ao optarem por compartilhar seus dados, podem aproveitar a tecnologia para centralizar as contas, fazer pagamentos, gerenciar investimentos, mesmo que os produtos sejam de bancos diferentes. Isso deve facilitar o monitoramento da rentabilidade, cotações e preços de todas as aplicações.

Inovação:

O aumento da concorrência ocasiona um movimento de inovação, justamente porque é necessário fazer adaptações e encontrar novas maneiras de atender as necessidades dos investidores.

Melhorias nas ofertas de produtos e serviços:

O aumento da quantidade de acesso a dados no Open Investment vai tornar possível que as instituições compreendam com mais assertividade o perfil de seus clientes.

Liberdade e agilidade na gestão de portfólios:

No Open Investment, o investidor não “pertence” mais a nenhuma instituição, o que dá mais liberdade para que ele possa avaliar as taxas e custos, realizando comparativos de forma mais simples, ágil e digital.

Melhorias na personalização: no Open Investment, a avaliação do perfil de investidor pode ser compartilhada entre outras instituições, tornando esse processo mais ágil e assertivo.

Possibilidades no setor de investimentos

A tendência é que a proposta de Open Investment seja capaz de diminuir algumas barreiras em relação ao setor de investimentos, aumentando a democratização. Para se ter uma ideia, de acordo com o Raio X do investidor brasileiro de 2021, dentre os brasileiros que investiram em 2020, 53% deles colocaram o dinheiro em produtos financeiros. Pela primeira vez, os produtos financeiros ultrapassaram a soma de todos os outros destinos dados para as economias, alcançando uma população estimada em 20 milhões de brasileiros.

Segundo a pesquisa, 29% dos investidores ainda optam por investir na poupança, seguido por fundos de investimento (5%), títulos privados (5%), títulos públicos (3%), ações na Bolsa (3%).

Ou seja, são várias possibilidades para ampliar o consumo e oferta de produtos de investimentos, tornando esse processo mais transparente, aumentando a competitividade e a oferta de soluções e serviços entre diversas instituições financeiras.

Além disso, o incentivo ao desenvolvimento de tecnologias pode ampliar a segurança de dados. No Open Investment, provavelmente, isso poderá ser feito por meio do compartilhamento de dados, protegido pela LGPD e pelas diretrizes de gestão de consentimento de informações.

Relacionados

Existe ETF de bitcoins? Conheça fundos de índice para investir em criptomoedas!

As criptomoedas vêm se destacando no mercado financeiro, atraindo a atenção de diversos investidores. Como consequência, é comum que novas alternativas [...]

Guide Investimentos - 26/11/2021

O que é RDB? Aprenda a investir nesse título!

A renda fixa oferece investimentos com diferentes características. Há, por exemplo, os títulos públicos, as aplicações privadas e, ainda, as alternativas [...]

Guide Investimentos - 24/11/2021

O que é Tesouro SELIC?

O Tesouro Selic é considerado uma das aplicações financeiras da renda fixa mais seguras do Brasil. Ele é um dos títulos [...]

Syntax Finance - 24/11/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções