Flávio Bolsonaro faz BO contra Ivan Valente (PSOL) por denunciação caluniosa

Tempo de leitura: 1 minuto

O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), registrou, no final da tarde desta quinta-feira, 5, boletim de ocorrência por denunciação caluniosa contra o deputado Ivan Valente (PSOL-SP). O boletim foi feito na 5ª Delegacia de Polícia Civil de Brasília (DF) pelo filho do presidente Jair Bolsonaro.

No texto, o senador aponta que o Ministério Público do DF instaurou investigação preliminar para apurar a compra da mansão de cerca de R$ 6 milhões só “por provocação e requerimento” de Ivan Valente. “A vítima (Flávio) informa que tem absoluta convicção de estar sofrendo novamente o crime de denunciação caluniosa”, informa o boletim divulgado pela assessoria do senador.

No documento, Flávio Bolsonaro relata que Ivan Valente e outros parlamentares do PSOL e de partidos de esquerda adotaram um “modus operandi” contra a família do senador, inclusive seu pai, o presidente Jair Bolsonaro. “É uma prática constante com o único objetivo de tentar incriminá-los de forma fraudulenta via o uso do aparato estatal e ao mesmo tempo produzirem um tsunami midiático permanente em desfavor da família Bolsonaro em verdadeira perseguição política obsessiva”, relata.

Flávio Bolsonaro cita também outra suposta denunciação caluniosa que seria praticada por Ivan Valente contra o irmão mais novo, Jair Renan Bolsonaro, em outra representação, “por fatos que não existem”. Procurado pelo Broadcast Político, o deputado ainda não se pronunciou.

Relacionados

Vice-líder do governo diz que Planalto falhou ao não conseguir maioria em CPI

O senador Jorginho Mello (PL-SC), vice-líder do governo no Congresso, afirmou que o Palácio do Planalto falhou na articulação política na [...]

Estadão - 23/04/2021

PF de Bolsonaro prende e apura menos

No governo Jair Bolsonaro, a Polícia Federal faz menos operações, prende menos bandidos e apreende menos armas do que no último [...]

Estadão - 23/04/2021

Pazuello é transferido para Secretaria Geral do Exército

O ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello foi transferido para a Secretaria-Geral do Exército. Com isso, o general deixou de estar ligado [...]

Estadão - 23/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções