Waldery: Transferência para Estados e municípios é mais do que suficiente

Tempo de leitura: 1 minuto

O secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, descartou nesta quarta-feira, 22, aumentar a ajuda emergencial para Estados e municípios neste ano. “A transferência para Estados e municípios é mais do que suficiente”, respondeu.

O Ministério da Economia divulgou hoje, que o total transferido é até maior do que o recuo na arrecadação da maioria dos entes e que será suficiente par cobrir as perdas a partir de junho.

De acordo com documento da pasta, a União transferiu R$ 9,2 bi a Estados de março a junho, valor que ultrapassa o déficit de arrecadação total do primeiro semestre (R$ 7,1 bilhões).

Até junho, porém, seis Estados tiveram queda de arrecadação maior que suporte da União – Ceará, Minas Gerais, Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro e Rio Grande do Norte.

“Mesmo a União estando deficitária há sete anos seguidos, estamos em processo de transferência de mais R$ 60 bilhões (em quatro parcelas) que já é um valor considerável”, completou.

Relacionados

Austrália vai retirar tropas do Afeganistão até setembro

A Austrália vai concluir a retirada das suas tropas do Afeganistão em setembro, junto com os Estados Unidos e outros aliados, [...]

Estadão - 15/04/2021

EUA vão anunciar sanções contra a Rússia e expulsão de diplomatas do país

O governo dos Estados Unidos vai impor uma série de medidas retaliatórias à Rússia nesta quinta-feira, 15, em resposta à suposta [...]

Estadão - 15/04/2021

Problema não é de recursos, mas de falta de projetos, diz Ricardo Paes de Barros

O economista e ex-subsecretário de Ações Estratégicas Ricardo Paes de Barros disse nesta quarta, 14, que o problema do Brasil não [...]

Estadão - 14/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções