EUA: FDA revelou intenção de autorizar vacina ‘nos próximos dias’, diz secretário

Tempo de leitura: 1 minuto

O secretário de Saúde dos Estados Unidos, Alex Azar, disse nesta sexta-feira (11) que a Administração de Alimentos e Medicamentos (FDA, na sigla em inglês) informou à farmacêutica Pfizer “que pretende prosseguir no sentido de autorizar o uso de sua vacina” para covid-19. “Nos próximos dias, provavelmente, à medida que trabalhamos para negociar com a Pfizer sobre as informações que os médicos precisam para fazer a prescrição adequadamente, deveremos ter a autorização dessa primeira vacina”, disse Azar durante uma entrevista ao programa “Good Morning America” da ABC.

Nesta quinta-feira, 10, o Comitê Consultivo da FDA aprovou uma recomendação para que a agência libere o uso do imunizante da Pfizer, desenvolvido em conjunto com a alemã BioNTech. Segundo Azar, a população americana poderia começar a ser vacinada na segunda ou na terça-feira da próxima semana (dias 14 e 15). “Buscamos vacinar 20 milhões de americanos nas próximas semanas e até 50 milhões até o final de janeiro”, declarou.

Relacionados

Bolsonaro: fim à discriminação salarial pode piorar situação de mulheres

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sugeriu que arranjar emprego pode se tornar "quase impossível" para as mulheres, caso ele sancione [...]

Estadão - 22/04/2021

Bolsonaro diz que críticas à política ambiental do seu governo não se justificam

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) avaliou mais uma vez como injustas as críticas que o Brasil sofre por causa da [...]

Estadão - 22/04/2021

Na Cúpula do Clima, FMI pede preço robusto para o carbono

A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, pediu nesta quinta-feira, 22, que se imponha um preço robusto sobre o [...]

Estadão - 22/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções