O que é Tesouro Prefixado?

O Tesouro Direto Prefixado é um título público que pertence ao Tesouro Direto e que possui uma taxa fixa de rentabilidade, definida no momento da compra. Por seu emissor ser o próprio governo, única entidade com a capacidade de emitir moeda, é considerado uma das aplicações de menor risco no mercado. Se você é um investidor iniciante ou possui um perfil conservador, talvez esta aplicação seja a ideal para seus investimentos. Veja como investir no Tesouro Prefixado.

O que veremos neste artigo?
Como funciona o Tesouro Prefixado?
Quando posso resgatar o Tesouro Prefixado?
Qual é o rendimento do Tesouro Prefixado?
Vantagens e desvantagens de investir no Tesouro Prefixado
Custos e taxas do Tesouro Prefixado
Tesouro Prefixado ou IPCA?
Simulador de Tesouro Prefixado

Como funciona o Tesouro Prefixado?

O Tesouro Prefixado se divide em duas categorias: Letras do Tesouro Nacional (LTN) e Tesouro Prefixado com Juros Semestrais (NTN-F). Sendo que a principal diferença entre as duas, é que a primeira possui taxa de rendimento e cobrança de forma anual e a segunda de forma semestral.

Quando posso resgatar o Tesouro Prefixado?

resgate pode ser realizado a qualquer momento, mas é importante destacar que o resgate antecipado acarreta na recompra do título pelo Tesouro Nacional em seu valor de mercado no momento da transação. Ou seja, pode ser inferior ao valor aplicado originalmente.

Qual é o rendimento do Tesouro Prefixado?

Quem costuma ter reservas na poupança e tem condições de se comprometer com um prazo de no mínimo seis meses, já pode migrar para o Tesouro Prefixado e garantir um retorno maior. Os riscos são baixos e a rentabilidade de tesouro prefixado na data de vencimento do título corresponde a cerca de 100% do CDI, cuja taxa anual hoje está em 5,56%.

Se esta é sua escolha, segue o passo a passo para investir no Tesouro Prefixado:

1- Buscar seu título ideal (no caso, o Tesouro Prefixado).

2- Fazer seu cadastro através de bancos e corretoras autorizados.

3- Transferir o dinheiro que você quer investir da sua conta bancária para a conta na instituição autorizada.

4- Começar a investir pelo portal da instituição ou pelo aplicativo oficial do Tesouro Direto.

Vantagens e desvantagens de investir no Tesouro Prefixado

A partir de R$ 100,00 você pode começar seus investimentos na Categoria NTN-F. Por isso, acessibilidade é uma das grandes vantagens do Tesouro Prefixado. Além é claro da segurança, renda fixa e a previsibilidade, afinal esta é uma aplicação que você sabe qual será seu retorno ao longo do tempo.

Entre as poucas desvantagens do Tesouro Prefixado está o baixo retorno quando comparado com outras modalidades de investimento, principalmente, se comparado a renda variável. Caso você desista de “emprestar dinheiro ao governo” e queira seu montante de volta, seguramente você também verá sua taxa de rendimento do Tesouro Prefixado diminuir.

Custos e taxas do Tesouro Prefixado

Quem opta por investir deve se atentar aos impactos dos custos sobre os resgates. Dependendo do tempo transcorrido, o investimento pode ter seu retorno reduzido ou até gerar prejuízo. Este é o chamado “preço da desistência”.

Por isso, cabe mencionar sobre o cálculo do IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) e do IR (Imposto de Renda).

Veja alguns exemplos de alíquotas para resgate:

IOF

1 Dia Corrido > 96% sobre rendimento

15 Dias Corridos > 50%

30 Dias Corridos > 0%

IR

Até 180 Dias > 22,5%

Acima de 720 Dias > 15%

Quanto às demais taxas, o Tesouro Nacional informa que a taxa de custódia é de 0,25% sobre o valor anual dos títulos, e a taxa de administração não é obrigatória (livremente pactuada entre a corretora e o investidor).

Tesouro Prefixado ou IPCA?

A escolha entre o Tesouro Prefixado e o Tesouro IPCA é uma questão de preferência do investidor no que diz respeito ao rendimento e a volatilidade: enquanto o primeiro tem valores definidos no dia em que é adquirido, o segundo oscila junto com a taxa de inflação anual. Os diversos títulos públicos atendem demandas diferentes, sendo os títulos prefixados bastante conservadores.

Simulador de Tesouro Prefixado

Se você ainda tem dúvidas, acesse o portal do Tesouro Nacional onde há um Simulador de Tesouro Prefixado, um espaço para que o investidor possa ver de forma antecipada qual seria o rendimento de sua aplicação e, assim, aprimorar seu planejamento financeiro.

O Tesouro Prefixado é seguro, uma aplicação simples e fácil. Uma opção de baixo risco para o investidor iniciante entender as regras do mercado e para o investidor experiente se proteger contra a volatilidade.

Agora que você já sabe sobre Tesouro Prefixado, abra sua conta na Guide e invista nesse e outros tipos de investimentos!

Relacionados

CDB X LCI X LCA: qual rende mais?

Mesmo em cenários em que a taxa de juros está em níveis historicamente baixos, investimentos com baixa exposição ao risco e [...]

Syntax Finance - 19/05/2020

Por que investir no CDB e não na poupança?

Momentos de crise, pautados por muitas incertezas, intensificam a procura por investimentos com baixo risco. Em abril, a poupança teve a [...]

Syntax Finance - 12/05/2020

Rendimento CDB: taxas e liquidez em 2020

Tendo em vista que você já leu nosso artigo-guia sobre o que é CDB, agora é hora de aprender resumidamente um [...]

Terraco Econômico - 11/05/2020

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções