Selic 2,25%: como este indicador econômico afeta suas finanças?

Tempo de leitura: 2 minutos

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu cortar em 0,75 ponto percentual a taxa Selic levando a 2,25% ao ano. Esse é o menor patamar de nossa história e registra um momento de forte crise econômica em que observamos projeções de recessão para o ano de 2020.

O comunicado divulgado na última quarta (17/06) deixou uma porta aberta para a continuidade dos cortes, a depender da evolução da pandemia e de seus efeitos na economia brasileira e global. E você: sabe qual a influência deste indicador econômico em seu orçamento? Continue a leitura e entenda tudo sobre o que é a taxa Selic.

Vantagens da baixa da Selic

Um dos objetivos do Banco Central ao realizar o corte de juros é estimular a economia, isso ocorre da seguinte forma: a Selic menor serve como incentivo ao consumo. O crédito torna-se mais barato e, com o menor custo, as pessoas se arriscam em outras negociações. Com juros menores, as empresas têm menor despesa financeira e mais espaço em seus balanços para realizar investimentos.

Desvantagens da baixa da Selic

Uma desvantagem de uma baixa na Selic é o risco de enfrentarmos uma inflação em algum momento no futuro, exatamente na mesma lógica que é utilizada para justificar o atual ciclo de cortes (depois de incentivar a atividade econômica, na recuperação, pode ocorrer alta generalizada dos preços com reaquecimento da demanda).

Para os investidores de renda fixa acostumados com maiores rendimentos, a baixa da Selic também é vista como má notícia: suas aplicações continuam rendendo cada vez menos nos últimos anos e meses. Saímos de uma taxa de 14,25% há 5 anos e chegamos a 2,25%. 

Como a Selic está relacionada aos investimentos?

A Selic tem muita relevância nos investimentos de renda fixa, por ser a taxa básica de juros na economia. A taxa do CDI (Certificado de Depósito Interbancário), que é a mais utilizada para definir a remuneração dos títulos pós-fixados, acompanha a trajetória da Selic.

Dessa forma, vemos a Selic se relacionando principalmente com os títulos de renda fixa pós-fixados: se a Selic cai, cai o CDI, então cai a rentabilidade dos títulos pós-fixados (que geralmente pagam porcentagens do CDI). Outro exemplo é o Tesouro Selic que com a queda nos juros apresentará menor retorno também.

Por outro lado, se a taxa Selic é reduzida, também é possível observar impactos em investimentos em renda variável: por consequência há uma migração de investidores em bolsa de valores dispostos a ganhar mais em suas aplicações financeiras. CPF cadastrados na B3 seguem batendo recordes em 2020.

Conclusão

As projeções do mercado, que constam no Boletim Focus do BC, são de 3% para a Selic em 2021, 5% em 2022 e 6% em 2023. Isto significa que os investidores não devem esperar a taxa voltando para os dois dígitos para os próximos anos. Sendo assim, essa pode ser a hora do investidor refletir sobre a alocação de seu capital e alinhar seu portfólio conforme a nova realidade de juros. 

Para todo perfil de investidor, sempre é recomendável diversificar a carteira de investimentos e nunca esquecer de uma reserva de emergência com baixo risco e alta liquidez. Informação de qualidade e confiança em sua corretora também são itens imprescindíveis para uma performance investidora com resultados.

Relacionados

As melhores ações, segundo Peter Lynch

Peter Lynch é um investidor americano, anteriormente gestor do fundo de investimento Magellan, da famosa companhia Fidelity Investments. Lynch é responsável [...]

Suno Research - 24/02/2021

Custo de oportunidade: você sabe o que é?

O custo de oportunidade é o preço que se paga por fazer determinada escolha, seja na vida pessoal e profissional, em [...]

Syntax Finance - 23/02/2021

Ebitda: o que é, como funciona e qual a importância deste indicador?

O sucesso de uma empresa não se limita à quantidade de produtos vendidos ou mesmo aos custos existentes. É preciso pensar [...]

Guide Investimentos - 22/02/2021

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções