O que é preciso saber antes de começar a investir em FIIs?

O brasileiro naturalmente possui o hábito quase que cultural de investir em imóveis.

Praticamente todo mundo tem um amigo, tio, parente ou conhecido que possui uma casa, um ponto comercial ou uma quitinete no intuito de alugar e ter uma renda extra proveniente desse investimento (aluguel).

Pode-se atribuir esse padrão, talvez, ao recente passado de inflação descontrolada que se teve no Brasil (os que já ultrapassaram a faixa dos trinta anos sabem muito bem disso), mas esse não é o tema central por aqui.

Fato é que, sim, o brasileiro tem, quase que por tradição, a prática de investir em imóveis buscando um retorno financeiro de forma recorrente.

No entanto, existe uma maneira muito mais prática – e rentável – de se investir no mercado imobiliário brasileiro, e o meio para isso é através de um veículo que está se tornando cada vez mais conhecido entre as pessoas: os Fundos de Investimentos Imobiliários (FIIs).

O que são os Fundos de Investimentos Imobiliários (FIIs)?

Os FIIs podem ser definidos como o veículo de investimento fechado através do qual um conjunto de investidores se ‘agrupa’ através da compra de cotas desse veículo, que, no caso, são as cotas do próprio fundo imobiliário.

Ou seja, um fundo imobiliário qualquer, no ato do seu surgimento, vende as suas cotas para investidores, através da bolsa de valores – pelo que se chama, no mercado, de emissão primária de cotas – e o dinheiro levantado com a venda dessas cotas vai diretamente para o caixa do FII para, depois disso, ser usado para a aquisição de imóveis – ou desenvolvimento de imóveis, investimento em ativos de renda fixa atrelados ao mercado imobiliário (CRIs ou LCIs, por exemplo) ou, ainda, a compra de cotas de outros fundos imobiliários, mas esses são temas para outros artigos.

Esses imóveis, posteriormente, são alugados para terceiros e o dinheiro proveniente desses aluguéis é, então, distribuído igualitariamente e por cota para os cotistas, na forma de dividendos. Logo, quanto mais cotas desse fundo imobiliário um investidor possuir, mais dividendos ele receberá.

É interessante mencionar que os FIIs são obrigados, por lei, a distribuir no mínimo 95% dos seus lucros regime caixa semestrais, sendo que, costumeiramente, a grande maioria desses FIIs distribuem tais dividendos de maneira mensal para seus cotistas.

O que mais devo saber antes de investir nesses tais FIIs?

O conceito principal desse tipo de investimento é, de fato, bastante simples, mas isso não isenta o investidor da responsabilidade de se atentar às principais nuances envolvidas em tal ativo financeiro.

Principais pontos dos Fundos Imobiliários (FIIs):

  • As cotas dos FIIs são transacionadas no ambiente de bolsa de valores e, dessa maneira, estão sujeitas às normas do que se chama de Lei da Oferta e Procura. Em outras palavras, os preços das cotas variam dia a dia;
  • Por serem negociadas na bolsa, é preciso que o investidor tenha uma conta de uma Corretora de Valores, como a Guide, para comprar e/ou vender cotas de FIIs;
  • Diferentemente dos aluguéis dos imóveis do mercado imobiliário tradicional, os dividendos pagos pelos FIIs aos cotistas são isentos de Imposto de Renda (desde que o FII seja negociado exclusivamente em bolsa, tenha mais de 50 cotistas e que o cotista em questão detenha menos de 10% do Patrimônio Líquido do FII);
  • Na ocasião de venda de cotas de FIIs com lucros, existe a tributação de 20% em cima dos lucros da operação;
  • Os FIIs são um tipo de investimento de Renda Variável;
  • Embora um investidor seja o titular das cotas que possui, ele não pode exercer qualquer direito real sobre os ativos. Esse papel é de responsabilidade do gestor do fundo imobiliário, que cobra uma taxa (de administração/gestão) para desempenhar essa função;

Existem diversas outras particularidades que circundam a natureza operacional dos fundos imobiliários, porém as mencionadas fazem parte da grande maioria das dúvidas que cercam os estudos daqueles que estão iniciando suas jornadas nesse fascinante veículo de investimento em imóveis tão democrático que é o fundo imobiliário.

Relacionados

Como investir meu dinheiro? 11 Dicas para começar agora!

Se você deseja fazer o seu dinheiro render, é interessante realizar investimentos. No entanto, é comum surgirem muitas dúvidas nesse momento. [...]

Guide Investimentos - 23/10/2020

O que é a TR e como ela influencia os seus investimentos?

Conhecer os principais indicadores da economia é importante para identificar seus impactos no dia a dia e até para tomar decisões [...]

Guide Investimentos - 22/10/2020

O que é o Fundo Garantidor de Crédito? Conheça o FGC!

Ao pesquisar investimentos e os riscos de cada alternativa, provavelmente você já percebeu que alguns deles são protegidos pelo Fundo Garantidor [...]

Guide Investimentos - 21/10/2020

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções