Saiba o que é o INPC e conheça os outros índices de inflação

Tempo de leitura: 4 minutos

Com certeza você já ouviu falar em inflação, nome dado ao aumento contínuo dos preços de itens que consumimos e que estão presentes no nosso dia a dia. Essa avaliação é feita mensalmente a partir de indicadores econômicos. O INPC, em especial, é o parâmetro para reajustar os salários dos trabalhadores e monitorar seu poder de compra. Continue a leitura e descubra como a inflação e o INPC podem impactar o seu bolso e seus investimentos.

O que é INPC?

A sigla INPC significa Índice Nacional de Preços ao Consumidor e tem como objetivo calcular a variação de preço dos produtos e serviços em um determinado intervalo de tempo. Através dele é possível avaliar o poder de compra das famílias, que possuem especificamente rendimentos entre 1 a 5 salários mínimos.

Conhecido como indicador de inflação salarial, o INPC abrange mais de 50% dos brasileiros residentes nas 13 áreas urbanas cobertas pelo SNIPC (Sistema Nacional de índices de Preços ao Consumidor). Logo, por incluir uma faixa populacional com remuneração relativamente baixa e assalariada, este grupo é considerado mais sensível às oscilações de preço, sobretudo de itens básicos como alimentação, transporte, medicamentos, e etc.

Em junho de 2020, o INPC acumulou alta de 0,30% contra -0,25% em maio, por conta da inflação dos produtos alimentícios. Através dos resultados apresentados, o índice fica em 0,36% no ano, e 2,35% nos últimos doze meses. Os dados podem ser acompanhados pelo site do IBGE.

Por que é importante medir a inflação?

Primeiramente é essencial esclarecer o conceito de inflação, o qual reflete o aumento contínuo e generalizado dos preços de produtos ou serviços. Sua avaliação é feita através de índices econômicos como IPCA, INPC e IGP-M, que apesar de apresentarem a mesma finalidade, eles abrangem o poder de compra de diferentes grupos de consumidores, tornando o cálculo mais criterioso e seguro.

A inflação é importante para mensurar a atividade econômica do país, controlar o valor do dinheiro em circulação e definir a taxa básica de juros (Selic).

Na prática, esse fenômeno pode ser percebido da seguinte maneira: digamos que no mês de janeiro você foi ao supermercado com R$100,00 e comprou uma cesta de produtos, carne vermelha, frutas em geral, leite e etc. Porém, em fevereiro, ao voltar no estabelecimento, percebeu que o quilo da carne vermelha estava mais caro e que desta vez R$100,00 não seriam suficientes para repetir a mesma compra. Isso acontece porque o aumento dos preços gera um processo inflacionário e a consequência é a desvalorização da moeda local.

Qual a diferença entre INPC, IPCA e IGP-m?

Apesar destes três indicadores econômicos avaliarem a inflação, eles apresentam algumas diferenças que costumam gerar confusão. Para compreender melhor cada um dos índices, segue abaixo um gráfico explicativo. Recorra a esta tabela sempre que tiver dúvida.

Índice Quem calcula? Qual a periodicidade? Para que serve?
INPC IBGE Mensal O INPC mensura a variação dos preços de produtos e serviço e o peso seu no orçamento das famílias que ganham entre 1 e 5 salários mínimos. Utilizado como indicador de reajuste salarial.
IPCA IBGE Mensal O IPCA é o índice oficial de inflação do Brasil. Ele é caracterizado como parâmetro em caso de alterações na meta e na taxa básica de juros (Selic).
IGPM FGV Mensal  O IGP-M engloba os preços por atacado (IPA), de construção (INCC) e ao consumidor (IPC). Conhecido como ‘’inflação dos aluguéis’’ e referência para reajustar contratos do setor imobiliário e de energia elétrica.

Como a inflação afeta seus investimentos?

Todos os investimentos são impactados pela inflação. Sim, você leu certo. O valor do seu dinheiro ao longo dos anos e a remuneração dos seus ativos são diretamente afetados. Deste modo, o investidor que deseja auferir lucro, precisa dar uma atenção especial aos indicadores econômicos e resultados divulgados.

Em busca de um ganho real, a rentabilidade de um investimento deve superar, no mínimo, a taxa de inflação, dentro do período aplicado. Um exemplo hipotético, se um ativo render 6% ao ano e a inflação do período for de 2%, o seu ganho real será equivalente a 4% aproximadamente.

Para que o investimento seja feito de forma segura e sem surpresas, é necessário checar as taxas e tributos a serem cobrados em cada operação, o que inclui a parte da corretora. É preciso que um investidor tenha atenção e planejamento prévio quanto aos seus objetivos financeiros.

Conclusão

A inflação mede o quanto seu dinheiro vale ao longo dos anos. Por isso é essencial acompanhar os canais de notícia e ficar ligado nos indicadores econômicos. O INPC, além de ser utilizado como parâmetro de inflação e reajuste de salários, ele monitora 50% da população brasileira em seu custo de vida médio e poder de compra.

Relacionados

As melhores ações, segundo Peter Lynch

Peter Lynch é um investidor americano, anteriormente gestor do fundo de investimento Magellan, da famosa companhia Fidelity Investments. Lynch é responsável [...]

Suno Research - 24/02/2021

Custo de oportunidade: você sabe o que é?

O custo de oportunidade é o preço que se paga por fazer determinada escolha, seja na vida pessoal e profissional, em [...]

Syntax Finance - 23/02/2021

Ebitda: o que é, como funciona e qual a importância deste indicador?

O sucesso de uma empresa não se limita à quantidade de produtos vendidos ou mesmo aos custos existentes. É preciso pensar [...]

Guide Investimentos - 22/02/2021

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções