Saiba tudo sobre BDR e entenda porque agora ficou mais fácil fazer as aplicações no exterior

Desde a chegada do novo coronavírus e seus impactos na economia, ter uma carteira de investimentos com um nível de retorno interessante tornou-se um grande desafio para muitos investidores. A boa notícia é que mesmo nesse cenário, a CVM – Comissão de Valores Mobiliários alterou a Resolução CVM 3 e flexibilizou as exigências relacionadas à aplicação em BDR – Brazilian Depositary Receipts, ampliando assim o leque de oportunidades disponíveis no mercado financeiro aos investidores brasileiros. Continue a leitura e entenda como essa modalidade pode contribuir para uma rentabilidade ainda melhor em sua carteira de investimentos, ainda em 2020.

O que veremos neste artigo?
Vamos lembrar o que significa BDR?
O que mudou com alteração da regra da CVM sobre BDRs?
Quais são as vantagens dos investimentos em BDRs?
E as desvantagens ao investir em BDR?
Quando e como poderei começar investir em BDR?
Existem outras formas de investir em ativos de empresas estrangeiras?

Conclusão

Vamos lembrar o que significa BDR?

BDRs – Brazilian Depositary Receipts ou Certificados de Depósito de Valores Mobiliários são títulos emitidos e negociados na bolsa de valores brasileira que representam outros valores mobiliários no exterior. Na prática, eles possibilitam ao investidor brasileiro a aplicação financeira em ativos internacionais, como em ações da Apple, Google, Amazon, Facebook, dentre outras grandes companhias.

Com este instrumento, o investidor experimenta da mesma facilidade e praticidade que têm no mercado local. Os BDRs também representam uma alternativa de empresas estrangeiras captarem recursos no Brasil.

Os BDRs dividem-se em dois grupos: patrocinados e não patrocinados. Os BDRs patrocinados são aqueles emitidos por uma instituição financeira contratada pela empresa estrangeira para lançar suas ações e podem ser classificados como Nível I, II e III. Ao passo que, os BDRs não patrocinados são aqueles emitidos por uma instituição financeira brasileira de forma independente, ou seja, sem o envolvimento da empresa emissora das ações, e só pode ser classificado como Nível I.

O que mudou com alteração da regra da CVM sobre BDRs?

Se antes investir em BDR era algo restrito a um grupo seleto de investidores qualificados, que possuem patrimônio financeiro superior a 1 milhão, com a flexibilização da CVM, todos os investidores poderão negociar os BDRs não patrocinados. Além disso, empresas brasileiras que abriram capital no exterior também poderão negociar suas ações na B3. De acordo com o Presidente da CVM, Marcelo Barbosa, “a norma confere maior liberdade para investidores e emissores, na esteira de uma crescente demanda por diversificação de portfólios e de taxas de juros reduzidas”.

Quais são as vantagens dos investimentos em BDRs?

O BDR é uma modalidade de investimento que possui vantagens tentadoras. A começar pelo acesso ao mercado internacional com a mesma praticidade que no mercado local. Toda a negociação é realizada na B3, o que significa que o investidor estará aumentando a diversificação de sua carteira de investimentos, sem ter que abrir uma nova conta no exterior. Como a aplicação é feita em reais, não há necessidade de fazer uma remessa internacional, o que implica em custos menores. Além disso, o investidor recebe os dividendos pagos pelas empresas normalmente.

E as desvantagens ao investir em BDR?

Assim como qualquer tipo de investimento, o BDR também possui suas desvantagens. Ao adquiri-lo, o investidor não está comprando uma ação de uma empresa estrangeira, mas sim um título lastreado a ela. Além disso, o patrimônio investido estará exposto tanto a variações cambiais quanto do preço dos ativos. O volumento de negociação de BDR ainda não é expressivo, por isso o instrumento ainda é considerado com baixa liquidez, o que pode ser um dificultador na hora de reaver o valor aplicado. Por fim, trata-se de um investimento que envolve riscos, logo, ainda que esteja disponível à todos, pode não ser recomendável aos investidores mais conservadores.

Quando e como poderei começar investir em BDR?

Ainda que a CVM – Comissão de Valores Mobiliários tenha alterado a resolução permitido que todos possam investir em BDR a partir de 01 de setembro de 2020, existem outros ajustes a serem feitos para que essa mudança, de fato, se concretize. Segundo comunicado emitido pela bolsa brasileira, “somente após a aprovação do regulamento pela CVM e sua publicação pela B3, os investidores pessoas físicas poderão investir diretamente em BDR NP”. A boa notícia é que assim que finalizada essa questão, todos terão acesso com facilidade a essa classe de ativos através de sua conta investimentos, uma vez que todas as operações serão realizadas via Home Broker.

Existem outras formas de investir em ativos de empresas estrangeiras?

Além dos BDRs, é possível investir em empresas estrangeiras, de forma legal, sem sair do mercado brasileiro. Uma das possibilidades consiste em investir em fundos de investimentos no exterior, cuja carteira é composta por ativos negociados no mercado internacional, tais como ações, títulos, entre outros. Outra alternativa está nos ETFs (Exchange Traded Funds), que funcionam como um fundo de índices negociado na bolsa de valores. No Brasil, dois ETFs utilizados para investir em empresas estrangeiras são o IVVB11 (iShares S&P 500) e o SPXI11 (It Now S&P500). Por fim, o investidor também tem a opção abrir uma conta e montar suas posições diretamente em uma corretora no exterior.

Conclusão

É indiscutível que o cenário atual, de juros com mínimas históricas, tem feito muitos investidores procurarem por alternativas mais rentáveis para compor suas carteiras. Nesse contexto, contar com a flexibilização do acesso ao BDR permitirá mais diversificação aos portfólios, de modo que isso aumente o potencial de retorno dos investimentos, mas também ajude a proteger o capital. Vale ressaltar que mesmo que sejam uma excelente alternativa, os BDRs também envolvem riscos, logo merecem cautela ao serem utilizados. Dito isso, revise seu perfil de investidor e confira se esta modalidade atende às suas expectativas e objetivos.

Agora que você já sabe mais, abra sua conta na Guide e invista nesse e outros tipos de investimentos!

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções
Bitnami