Bolsonaro: Qual o ponto na fita que interfiro na PF? Moro deve estar revoltado

Tempo de leitura: 1 minuto

O presidente Jair Bolsonaro afirmou há pouco, em entrevista à rádio Jovem Pan, que as “fitas estão aí, cada um interprete como entender”, ao comentar o conteúdo da reunião ministerial de 22 de abril, liberado nesta sexta-feira, 22, pelo ministro Celso de Mello, decano do Supremo Tribunal Federal (STF). “Qual o ponto na fita que interfiro na PF? Moro deve estar revoltado, não tem nada”, afirmou.

Bolsonaro disse que sua posição era para que fosse divulgado trechos ligados ao inquérito. Ele afirmou que conhece os ministros e teve a liberdade de falar o que sente na reunião gravada.

Bolsonaro reafirmou que defendeu o armamento da população e que povo desarmado pode ser dobrado e não dar “grito de guerra”. O presidente criticou o ex-ministro da Justiça e da Segurança Pública Sérgio Moro por não ter se exposto sobre a questão do armamento. “Lamentavelmente, o sr. Sérgio Moro não se expôs (sobre armas), não entrava em campo”, disse.

Relacionados

Bolsonaro nomeia coronel André de Sousa Costa como novo chefe da Secom

O presidente da República, Jair Bolsonaro, nomeou nesta sexta-feira, 16, o coronel da Polícia Militar André de Sousa Costa como novo [...]

Estadão - 16/04/2021

Mandatos coletivos tentam virar frente e forçar lobby no TSE

Em 2020, três meses após a eleição do mandato "A Coletiva", do PT de Belo Horizonte, a titular da chapa renunciou. [...]

Estadão - 16/04/2021

Supremo começa a julgar decretos de Bolsonaro que ampliam acesso a armas

O Supremo Tribunal Federal (STF) começa a decidir nesta sexta-feira, 16, sobre a constitucionalidade dos quatro decretos editados em fevereiro pelo [...]

Estadão - 16/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções