Trump volta a criticar China em discurso do dia da independência

Tempo de leitura: 1 minuto

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou neste sábado a responsabilizar a China pela disseminação do novo coronavírus. Em Washington, durante seu discurso na cerimônia para comemorar o dia da independência do país, Trump destacou que os EUA agora fabricam respiradores, têm os melhores testes para detectar o novo coronavírus e produzem máscaras de proteção.

“Antes, tudo isso era feito no exterior e, particularmente, na China, de onde, ironicamente, este e outros vírus vieram”, disse o presidente. “Os segredos, truques e acobertamentos da China espalharam o vírus para todo o mundo, para 189 países. A China precisa ser totalmente responsabilizada.”

Trump disse também que, provavelmente, haverá uma terapia e/ou vacina contra a covid-19 antes do fim deste ano.

Em seu discurso, Trump também voltou a criticar a mídia, “que rotula falsamente opositores como racistas e critica patriotas”. Segundo ele, ao fazer isso, a mídia não difama apenas o presidente ou o povo americano, mas gerações que deram a vida pelo país. A mídia “desonra o legado e a memória dessas gerações ao dizer que eles lutaram pelo racismo e pela opressão. Eles lutaram pelo oposto disso”.

O presidente repetiu que pretende assinar um decreto para estabelecer o Jardim Nacional dos Heróis Americanos, que vai homenagear as figuras mais proeminentes da história dos Estados Unidos. O anúncio tinha sido feito na sexta-feira durante discurso no Monte Rushmore, em Dakota do Sul.

Relacionados

Franco França liga para colega argentino e fala em aprofundar relações bilaterais

O novo chanceler brasileiro, o embaixador Carlos Alberto Franco França, ligou neste sábado, 10, para seu homólogo argentino, Felipe Solá, e [...]

Estadão - 10/04/2021

Comitê interno da Petrobras desaprova dois nomes indicados ao Conselho da empresa

Dois dos 11 nomes indicados para compor o Conselho de Administração da Petrobras foram considerados inaptos a assumir o cargo por [...]

Estadão - 10/04/2021

Irã inicia lockdown de dez dias; Venezuela anuncia adesão à Covax

O Irã iniciou neste sábado, 10, um lockdown de dez dias para conter a quarta onda de infecções por coronavírus no [...]

Estadão - 10/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções