Petrobras tem atuado de maneira independente do governo, diz Castello Branco

Tempo de leitura: 1 minuto

O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, reforçou nesta sexta-feira, 5, que a estatal tem atuado de maneira independente do governo, seguindo a dinâmicos dos preços internacionais e espaçando os reajustes nos combustíveis nas refinarias. De acordo com ele, a experiência passada de segurar o preço dos combustíveis descolado do mercado internacional nos governos petistas gerou perdas para a Petrobras que chegaram a US$ 40 bilhões.

Segundo Castello Branco, de 2016 a 2017, já no governo Michel Temer, a Petrobras colocou preços muito acima do mercado internacional e, em 2018, adotou uma política de reajuste diário.

“No governo do presidente Bolsonaro, a Petrobras é independente e segue preços internacionais, espaçando os reajustes. A Petrobras não só aumenta preços, ela também reduz preços. Reduzimos os preços várias vezes no ano passado, mas a queda na refinaria foi maior que nos postos”, afirmou Castello Branco. “Em 2019, o Brasil deixou de ser importador liquido de petróleo para ser exportador, e em 2020 tivemos recorde de produção e exportações”, completou o presidente da Petrobras.

Resultados ‘muito significativos’

Ele afirmou ainda que a independência da Petrobras tem garantido resultados “muito significativos” para o Brasil. Também citou a redução do endividamento da companhia desde 2019. “Em dois anos, reduzimos o endividamento em US$ 36 bilhões”, disse.

Castello Branco também afirmou que, até 2025, a Petrobras instalará 13 novos sistemas de produção. Além disso, pontuou que a estatal registrou no ano passado um recorde de produção de petróleo. “A produção de petróleo e gás natural vai continuar a crescer”, comentou.

O presidente da Petrobras, o presidente da República, Jair Bolsonaro, e ministros do governo participam de reunião na manhã desta sexta, no Palácio do Planalto.

Relacionados

País terá US$ 1 bilhão para digitalizar serviços

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) aprovou uma linha de crédito de US$ 1 bilhão para financiar projetos que melhorem a [...]

Estadão - 20/04/2021

B3 e Instituto Nacional de Meteorologia assinam protocolo de cooperação

A B3 e o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), órgão federal que integra o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, anunciaram [...]

Estadão - 20/04/2021

Comitê da Câmara dos EUA aprova projeto que pode implicar Opep em lei antitruste

O Comitê Judiciário da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovou, nesta terça-feira, um projeto de lei que pode implicar os [...]

Estadão - 20/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções