Morgan Stanley: vacina não muda perspectiva de BCE adotar estímulos em dezembro

Tempo de leitura: 1 minuto

O Morgan Stanley espera que o Banco Central Europeu (BCE) relaxe ainda mais sua política monetária em dezembro, como indicou no mês passado, embora vários investidores tenham sugerido que uma melhor perspectiva de que surja uma vacina para a covid-19 deverá reduzir ou até mesmo adiar a adoção de novas medidas de estímulo monetário. “Ainda não é um fato, ainda não há uma melhora (na perspectiva)”, dizem analistas do Morgan, esperando que o BCE reaja à autorização regulatório de uma vacina, e não se antecipe a ela. “A vacina poderá não ter sido aprovada até a reunião de 10 de dezembro (do BCE) e as projeções serão fechadas duas semanas antes”, diz o Morgan.

Relacionados

Austrália vai retirar tropas do Afeganistão até setembro

A Austrália vai concluir a retirada das suas tropas do Afeganistão em setembro, junto com os Estados Unidos e outros aliados, [...]

Estadão - 15/04/2021

EUA vão anunciar sanções contra a Rússia e expulsão de diplomatas do país

O governo dos Estados Unidos vai impor uma série de medidas retaliatórias à Rússia nesta quinta-feira, 15, em resposta à suposta [...]

Estadão - 15/04/2021

Problema não é de recursos, mas de falta de projetos, diz Ricardo Paes de Barros

O economista e ex-subsecretário de Ações Estratégicas Ricardo Paes de Barros disse nesta quarta, 14, que o problema do Brasil não [...]

Estadão - 14/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções