Gilmar: Condenação de Lula no caso do triplex é de uma cristalina contaminação

Tempo de leitura: 1 minuto

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), afirmou que a condenação imposta pela ex-juiz Sergio Moro ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no caso do triplex do Guarujá é de uma “cristalina contaminação”, devido ao “histórico de cooperação espúria” entre o então magistrado e a força-tarefa de investigadores.

“Em fevereiro de 2016, quando o reclamante (Lula) ainda estava sendo investigado, o ex-juiz Sergio Moro chegou a indagar ao procurador Deltan Dallagnol se já havia uma denúncia sólida ou suficiente, o procurador responde apresentando um verdadeiro resumo das razões acusatórias do MP, de modo a antecipar a apreciação do magistrado”, destacou Gilmar, em referência mensagens privadas atribuídas a Moro e Dallagnol obtidas por um grupo criminoso de hackers.

Relacionados

Supremo decide em favor do réu em 25% dos habeas corpus da Defensoria do Rio

Um levantamento inédito feito pela Defensoria Pública do Rio de Janeiro e obtido pelo Estadão concluiu que um em cada quatro [...]

Estadão - 21/04/2021

Caso Alstom: STF mantém na Justiça Federal ação contra ex-executivo da EPTE

A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, na sessão desta terça, 20, manter a ação penal contra o ex-diretor [...]

Estadão - 21/04/2021

Salles rebate Anitta por postagem pedindo a saída do ministro

Alvo hoje de um tuitaço ao qual ele mesmo deu visibilidade na noite desta terça-feira, 20, quando compartilhou, em tom irônico, [...]

Estadão - 21/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções