Salles diz que foi expulso do Novo e desdenha Amoêdo: ‘fico com Bolsonaro’

Tempo de leitura: 1 minuto

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, usou sua conta pessoal no Twitter para informar que foi expulso do partido Novo, na manhã desta quinta-feira (7). A filiação de Salles já havia sido suspensa pela Comissão de Ética da legenda em outubro do ano passado sob alegação de que o ministro vinha “desdenhando de dados científicos”, “revogando políticas públicas sem qualquer debate prévio” e “atuando com absoluta irresponsabilidade” à frente da pasta.

A justificativa não foi a mesma relatada por Salles em postagem na manhã desta quinta. “Fui comunicado da minha EXPULSÃO por ter assumido ‘sem qualquer informação prévia ou pedido de autorização ao Partido NOVO’, o cargo de Ministro de Estado do Meio Ambiente no governo do atual Presidente Sr. Jair Messias Bolsonaro”, escreveu Salles, que ainda completou: “entre o ex-candidato à Presidência da República e presidente do Novo, João Amoêdo e Bolsonaro, fico com Bolsonaro!”.

Relacionados

Rosa suspende trechos dos decretos de Bolsonaro que ampliam acesso a armas

A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal, suspendeu nesta segunda-feira, 12, trechos de quatro decretos editados pelo presidente Jair Bolsonaro [...]

Estadão - 12/04/2021

Cidadania vai convidar Kajuru a se retirar do partido

A executiva nacional do Cidadania decidiu nesta segunda-feira, 12, convidar o senador Jorge Kajuru (GO) a se retirar do partido, caso [...]

Estadão - 12/04/2021

Flávio representa contra Kajuru no Conselho de Ética

O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) afirmou que o colega Jorge Kajuru (Cidadania-GO) causou "ainda mais instabilidade institucional" ao fazer o que [...]

Estadão - 12/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções