Ministro chinês pede que EUA suspenda restrições comerciais com o país

Tempo de leitura: 1 minuto

O ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, pediu nesta segunda-feira que o governo dos Estados Unidos suspenda as restrições de comércio com o país e encerre o que Pequim considera uma interferência injustificada nas áreas de Taiwan, Hong Kong, Xinjiang e no Tibete.

Durante um fórum do Ministério de Relações Exteriores, Wang disse que a China defenderá os direitos de empresas dos EUA e que espera que o país “remova tarifas não razoáveis sobre produtos chineses, levante suas sanções unilaterais a empresas e institutos educacionais e de pesquisa da China e abandone a supressão irracional do progresso tecnológico da China.”

O ministro também defendeu que Washington reative os canais de diálogo com Pequim. Wang pediu que o novo governo dos EUA abandone a maior parte das medidas de confronto com a China adotadas pelo ex-presidente Donald Trump.

Relacionados

EWZ cai 1,70% no after hours em NY, em meio a impasses fiscais do Brasil

O EWZ, principal fundo de índice (ETF, na sigla em inglês) de ativos brasileiros na Bolsa de Nova York, terminou a [...]

Estadão - 12/04/2021

Peru: com 90% da apuração, resultado sugere Castillo e Fujimori em 2º turno

A apuração dos votos no primeiro turno à presidência continua a ocorrer no Peru, após o sufrágio do domingo. Com 90,040% [...]

Estadão - 12/04/2021

Em assembleia tensa, acionistas da Petrobras destituem Castello Branco

O governo venceu a batalha com o mercado financeiro e conseguiu eleger 7 dos 8 nomes que indicou ao conselho da [...]

Estadão - 12/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções