Tarcísio: apesar da pandemia, estamos confiantes para leilões de concessões

Tempo de leitura: 1 minuto

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, disse nesta terça-feira, 2, que está confiante para os leilões de concessões que serão realizados pelo governo, a despeito do momento de cautela global em meio à pandemia de covid-19.

“Vai ter player (interessado) sim. Essa confiança é concreta, porque esses players estão todos os dias conversando conosco. Já temos bancos mandatados e investidores se preparando para essas concessões. Esse ano é muito importante para a infraestrutura”, afirmou, no evento “Cenários Brasil 2021”, promovido pela Arko Advice e Empiricus.

O ministro repetiu a previsão para o leilão de 54 ativos neste ano, incluindo 11 lotes de rodovias, 22 aeroportos, além de ferrovias e terminais portuários. Tarcísio citou ainda o leilão da Cedae que, apesar de não estar ligado à pasta, também estaria sendo bastante esperado pelo mercado.

“Temos muita confiança de que isso vai dar certo. O momento é delicado, mas percebemos alguns movimentos que não são justificados. Se olharmos o contexto, temos uma inflação civilizada, juros negativos, reservas altas e uma pauta de reformas encaminhada no Congresso. Temos os balanços das empresas em ordem e o Brasil vacinando, rumo ao controle da pandemia”, completou.

O ministro elencou ainda o que chamou de “tradição” brasileira de respeito aos contratos e o tamanho do portfólio de ativos colocados em leilão. “São ativos muito bons e interessantes. O investidor sempre pensa a longo prazo e ainda há muita liquidez no mundo. Ninguém se prepara para participar de um leilão só em um País. Esse esforço é feito para disputar ativos combinados, o que alavanca a taxa de retorno”, acrescentou.

Relacionados

EUA/Psaki: Cúpula do Clima irá galvanizar apoios contra mudanças climáticas

A porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, mostrou nesta sexta-feira otimismo com a Cúpula do Clima, convocada pelo presidente Joe Biden [...]

Estadão - 16/04/2021

Pandemia, juro baixo e dólar caro fazem disparar as vendas de imóveis de luxo

Pandemia, juros baixos e a disparada do dólar provocam, desde meados do ano passado, um aquecimento geral do mercado imobiliário, um [...]

Estadão - 16/04/2021

'Estamos vivendo um miniboom no mercado imobiliário'

Um alinhamento favorável de fatores, como juro baixo, disponibilidade de crédito e revalorização do papel da moradia que veio com a [...]

Estadão - 16/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções