Guedes: Marcos regulatórios podem ser aprovados em 60 a 90 dias

Tempo de leitura: 1 minuto

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que os projetos do chamado pacto federativo “não são prioridade agora” e que pretende avançar nos próximos “60 a 90 dias” com a modernização de marcos regulatórios.

Ele reforçou a necessidade de aprovação de novas regras para a atração dos recursos privados e citou as regras do setor de petróleo e gás. “O marco regulatório do petróleo não é satisfatório, queremos mudar de partilha para a concessão”, afirmou, em evento virtual promovido pela Associação Brasileira de Indústria de Base (Abdib).

De acordo com o ministro, esses projetos podem ser aprovados em até três meses. O ministro também citou o projeto de autonomia do Banco Central entre as prioridades do governo nos próximos meses.

Guedes voltou a dizer que, mesmo se o governo triplicasse o investimento público, não seria suficiente para a necessidade da economia brasileira. “O governo não tem recurso para gastar em infraestrutura, precisamos atrair capitais”.

Relacionados

Cia. Hering rejeita proposta da Arezzo para potencial fusão

A Cia. Hering informou nesta quarta-feira, 14, que o seu conselho de administração decidiu, por unanimidade, rejeitar a proposta de potencial [...]

Estadão - 14/04/2021

Juros caem alinhados a uma melhora do câmbio e com apetite ao risco no exterior

Os juros fecharam a quarta-feira em queda, favorecida pelo apetite ao risco visto no mercado de moedas emergentes, especialmente após declarações [...]

Estadão - 14/04/2021

Dólar cai a R$ 5,67 com exterior enquanto impasse do Orçamento persiste

As incertezas sobre o Orçamento de 2021 persistem, em dia sem novas desdobramentos sobre o tema, mas influenciada pelo exterior positivo, [...]

Estadão - 14/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções