Para Guedes, País teve desempenho econômico ‘bastante razoável’ na pandemia

Tempo de leitura: 1 minuto

O ministro da Economia, Paulo Guedes, argumentou nesta terça-feira, 4, que o Brasil teve um desempenho econômico “bastante razoável” na pandemia. “Foi muito aceitável, para não dizer que bem melhor que todos os países avançados. Fizemos um trabalho duro e trabalhamos também na questão da Saúde”, afirmou, em audiência pública conjunta das comissões de Finanças e Tributação; Educação; Trabalho, Administração e Serviço Público; e Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados.

Guedes citou os dados do mercado de trabalho formal e da arrecadação de tributos para mostrar a velocidade de recuperação da economia.

“Os Índices de atividade estão o dobro do esperado, economia formal já voltou”, completou o ministro.

Ele citou o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, ouvido nesta terça-feira na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid no Senado. “Quando o Mandetta disse que o problema seria através de ventiladores pulmonares, fomos atrás das empresas e fizemos uma economia de guerra. Passamos de 250 ventiladores pulmonares para 1.500 ventiladores por dia”, acrescentou o ministro da Economia.

Relacionados

Greve, bloqueios e saques ampliam crise na Colômbia após 8 dias de protestos

Milhares de manifestantes voltaram às ruas em diversas cidades da Colômbia nesta quarta-feira, 5, no início da segunda greve nacional em [...]

Estadão - 05/05/2021

Produção de elétricos e eletrônicos cresce 8,3% no 1º trimestre, diz Abinee

A produção da indústria elétrica e eletrônica cresceu 8,3% no primeiro trimestre de 2021 em comparação com o igual período do [...]

Estadão - 05/05/2021

Copom eleva Selic pela segunda vez consecutiva, agora para 3,50% ao ano

Em meio à segunda onda da pandemia de covid-19 no Brasil, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu [...]

Estadão - 05/05/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções