Guedes: quanto mais para futuro reforma administrativa ficar, mais dura ela será

Tempo de leitura: 1 minuto

O ministro da Economia, Paulo Guedes, ameaçou nesta segunda-feira com uma reforma administrativa mais dura no futuro caso o projeto enviado pelo governo ao Congresso não seja aprovado no curto prazo. “Estamos colocando parâmetros parecidos com os do resto do mundo. Seria um erro muito grande atrasar essa reforma agora, porque quanto mais para o futuro reforma administrativa ficar, mais dura ela vai ser. Se deixar para outro governo lá na frente, ele será muito mais duro”, ameaçou, em videoconferência com a XP Investimentos.

Mais uma vez, o ministro considerou não ser razoável que a reforma administrativa atinja direitos passados dos servidores que já estão na ativa. “Acho que as leis devem ser prospectivas e aplicadas daquele momento para frente”, considerou.

Ainda assim, ele voltou a projetar a aprovação de reformas estruturais ainda em 2021. “Acho que o Congresso está pensando nesse tempo. A administrativa é candidato natural é mais fácil que tributária. Mas seria muito bom ver as duas reformas aprovadas até fim do ano”, afirmou.

Relacionados

Petrobras anuncia reajustes de 1,9% para gasolina e de 3,7% para o diesel

A Petrobras informou às distribuidoras de combustíveis que vai aumentar o diesel em 3,7% e a gasolina em 1,9% a partir [...]

Estadão - 15/04/2021

Ouro fecha em forte alta, com queda dos juros dos Treasuries e dólar fraco

O contrato futuro de ouro mais líquido de ouro fechou em alta nesta quinta-feira, 15, impulsionado pelo enfraquecimento do dólar e [...]

Estadão - 15/04/2021

Bolsonaro cita 'toque de recolher' na Argentina e Fernández desmente brasileiro

O presidente Jair Bolsonaro afirmou na manhã desta quinta-feira, pelo Twitter, que a Argentina vive um "toque de recolher" entre "20h [...]

Estadão - 15/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções