Bolsas da Europa têm leve recuperação após tombo da véspera

Tempo de leitura: 1 minuto

O mercado acionário Europeu, com exceção da bolsa de Berlim, teve leve recuperação no pregão desta sexta-feira, 12, após o tombo do dia anterior, mas registraram queda semanal. O dia foi de correção nos preços das ações hoje, após os recuos de ontem, desencadeados pelo temor de uma segunda onda de infecções por covid-19 e uma postura cautelosa do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) sobre a retomada econômica nos Estados Unidos.

O índice intercontinental Stoxx 600 fechou em alta de 0,28%, a 354,06 pontos, mas recuou 5,66% na semana.

“O sentimento de risco se recuperou um pouco hoje de uma liquidação séria ontem, mas a medida foi contida, sugerindo que os mercados continuam preocupados com a ameaça ao crescimento econômico resultante do ressurgimento de infecções pelo coronavírus”, comenta a analista Boris Schlossberg, da BK Asset Management. “As preocupações com uma segunda onda do vírus, especialmente nos EUA, continuam testando a recuperação dos ativos de risco”, avaliam especialistas do banco americano Brown Brothers Harriman (BBH), na mesma linha.

Em leve recuperação, o índice FTSE 100, da Bolsa de Londres, subiu 0,47%, a 6.105,18 pontos, mas recuou 5,85% na comparação semanal. No Reino Unido, dados divulgados hoje mostraram que a produção industrial registrou queda de 20,3% em abril ante o mês anterior. Já o Produto Interno Bruto (PIB) do país sofreu retração de 20,4%, em igual período. Por lá, seguem as negociações do Brexit.

Na zona do euro, a produção industrial contraiu 17,1% em abril ante março.

Em Frankfurt, o DAX teve baixa de 0,18% hoje, a 11.949,28 pontos, com recuo semanal de 6,99%. As ações da Allianz cederam 0,62%, mas as do Deutsche Bank subiram 1,77%.

O índice CAC 40, da bolsa de Paris, avançou 0,49%, a 4.839,26 pontos, mas caiu 6,90% na semana. Em Milão, o FTSE MIB subiu 0,43%, a 18,888,16 pontos, com queda semanal de 6,44%.

Em Madri, o Ibex 35 registrou leve alta de 0,20%%, a 7.292,70 pontos, mas recuou 7,37% na semana. Já o índice PSI 20, de Lisboa, ganhou 0,09%, a 4.359,99 pontos, perto da estabilidade, mas registrou perdas de 5,41% na semana.

Relacionados

Caso George Floyd: Júri inicia deliberações sobre Derek Chauvin

O destino de Derek Chauvin, o ex-policial de Minneapolis acusado de matar George Floyd, está agora nas mãos dos jurados, que [...]

Estadão - 20/04/2021

Monitor do PIB aponta alta de 1,4% em fevereiro ante janeiro, revela FGV

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro cresceu 1,4% em fevereiro ante janeiro, segundo o Monitor do PIB, apurado pelo Instituto Brasileiro [...]

Estadão - 20/04/2021

China: Xi Jinping pede 'gestão mais equitativa' de temas globais

O presidente da China, Xi Jinping, pediu nesta terça-feira (20) uma "gestão mais equitativa" dos temas globais e, em uma crítica [...]

Estadão - 20/04/2021

Bolsas da Europa têm leve recuperação após tombo da véspera

Tempo de leitura: 1 minuto

O mercado acionário Europeu, com exceção da bolsa de Berlim, teve leve recuperação no pregão desta sexta-feira, 12, após o tombo do dia anterior, mas registraram queda semanal. O dia foi de correção nos preços das ações hoje, após os recuos de ontem, desencadeados pelo temor de uma segunda onda de infecções por covid-19 e uma postura cautelosa do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) sobre a retomada econômica nos Estados Unidos.

O índice intercontinental Stoxx 600 fechou em alta de 0,28%, a 354,06 pontos, mas recuou 5,66% na semana.

“O sentimento de risco se recuperou um pouco hoje de uma liquidação séria ontem, mas a medida foi contida, sugerindo que os mercados continuam preocupados com a ameaça ao crescimento econômico resultante do ressurgimento de infecções pelo coronavírus”, comenta a analista Boris Schlossberg, da BK Asset Management. “As preocupações com uma segunda onda do vírus, especialmente nos EUA, continuam testando a recuperação dos ativos de risco”, avaliam especialistas do banco americano Brown Brothers Harriman (BBH), na mesma linha.

Em leve recuperação, o índice FTSE 100, da Bolsa de Londres, subiu 0,47%, a 6.105,18 pontos, mas recuou 5,85% na comparação semanal. No Reino Unido, dados divulgados hoje mostraram que a produção industrial registrou queda de 20,3% em abril ante o mês anterior. Já o Produto Interno Bruto (PIB) do país sofreu retração de 20,4%, em igual período. Por lá, seguem as negociações do Brexit.

Na zona do euro, a produção industrial contraiu 17,1% em abril ante março.

Em Frankfurt, o DAX teve baixa de 0,18% hoje, a 11.949,28 pontos, com recuo semanal de 6,99%. As ações da Allianz cederam 0,62%, mas as do Deutsche Bank subiram 1,77%.

O índice CAC 40, da bolsa de Paris, avançou 0,49%, a 4.839,26 pontos, mas caiu 6,90% na semana. Em Milão, o FTSE MIB subiu 0,43%, a 18,888,16 pontos, com queda semanal de 6,44%.

Em Madri, o Ibex 35 registrou leve alta de 0,20%%, a 7.292,70 pontos, mas recuou 7,37% na semana. Já o índice PSI 20, de Lisboa, ganhou 0,09%, a 4.359,99 pontos, perto da estabilidade, mas registrou perdas de 5,41% na semana.

Relacionados

Caso George Floyd: Júri inicia deliberações sobre Derek Chauvin

O destino de Derek Chauvin, o ex-policial de Minneapolis acusado de matar George Floyd, está agora nas mãos dos jurados, que [...]

Estadão - 20/04/2021

Monitor do PIB aponta alta de 1,4% em fevereiro ante janeiro, revela FGV

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro cresceu 1,4% em fevereiro ante janeiro, segundo o Monitor do PIB, apurado pelo Instituto Brasileiro [...]

Estadão - 20/04/2021

China: Xi Jinping pede 'gestão mais equitativa' de temas globais

O presidente da China, Xi Jinping, pediu nesta terça-feira (20) uma "gestão mais equitativa" dos temas globais e, em uma crítica [...]

Estadão - 20/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções