IPCA-15 fica em 0,02% em junho, ante queda de 0,59% em maio, revela IBGE

Tempo de leitura: 1 minuto

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – 15 (IPCA-15) ficou próximo da estabilidade, com alta de 0,02% em junho, após ter recuado 0,59% em maio, informou nesta quinta-feira o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O resultado ficou dentro das estimativas dos analistas do mercado financeiro consultados pelo Projeções Broadcast, do sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, que esperavam desde uma queda de 0,13% a alta de 0,13%, com mediana negativa de 0,05%. Com o resultado agora anunciado, o IPCA-15 acumulou um aumento de 0,37% no ano de 2020.

A alta de 0,02% registrada em junho pelo IPCA-15 foi o menor resultado do indicador para o mês desde 2006, quando havia caído 0,15%. No mês de junho de 2019, o IPCA-15 tinha subido 0,06% segundo os dados divulgados pelo IBGE.

Como consequência, a taxa acumulada em 12 meses passou de 1,96% em maio para 1,92% em junho, o resultado mais baixo desde fevereiro de 1999, quando a taxa foi de 1,80%.

Relacionados

País terá US$ 1 bilhão para digitalizar serviços

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) aprovou uma linha de crédito de US$ 1 bilhão para financiar projetos que melhorem a [...]

Estadão - 20/04/2021

B3 e Instituto Nacional de Meteorologia assinam protocolo de cooperação

A B3 e o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), órgão federal que integra o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, anunciaram [...]

Estadão - 20/04/2021

Comitê da Câmara dos EUA aprova projeto que pode implicar Opep em lei antitruste

O Comitê Judiciário da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovou, nesta terça-feira, um projeto de lei que pode implicar os [...]

Estadão - 20/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções