Dólar recua à casa dos R$ 5,55 com confiança em vantagem larga de Biden

Tempo de leitura: 1 minuto

O dólar à vista caiu mais até R$ 5,5568 (-1,72%) há pouco com os profissionais de câmbio focados totalmente na apuração da eleição americana e confiantes de que Joe Biden tende a ser confirmado novo presidente dos EUA, afirma Vanei Nagem, da Terra Investimentos.

“É a primeira eleição nos EUA em que se um ganha é bom, e o outro melhor ainda, pela perspectiva de que novos estímulos fiscais devem ser adotados por qualquer um dos dois que vier a ser o escolhido”, comenta Nagem.

Segundo ele, apesar da ameaça de Donald Trump de contestar na Justiça o resultado da eleição, o mercado aposta que não terá efeito porque Biden pode vir a ter vantagem além dos 270 votos necessários para conquistar a Casa Branca. “Se Biden ganhar com mais de 270 votos, o dólar pode cair bem mais, principalmente ante o real dada a forte alta acumulada de mais de 38% neste ano.”

O dólar para dezembro teve mínima a R$ 5,5615 (-1,68%).

Relacionados

EWZ cai 1,70% no after hours em NY, em meio a impasses fiscais do Brasil

O EWZ, principal fundo de índice (ETF, na sigla em inglês) de ativos brasileiros na Bolsa de Nova York, terminou a [...]

Estadão - 12/04/2021

Peru: com 90% da apuração, resultado sugere Castillo e Fujimori em 2º turno

A apuração dos votos no primeiro turno à presidência continua a ocorrer no Peru, após o sufrágio do domingo. Com 90,040% [...]

Estadão - 12/04/2021

Em assembleia tensa, acionistas da Petrobras destituem Castello Branco

O governo venceu a batalha com o mercado financeiro e conseguiu eleger 7 dos 8 nomes que indicou ao conselho da [...]

Estadão - 12/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções