FMI aprova ampliação de linha de crédito para Colômbia

Tempo de leitura: 1 minuto

O diretório executivo do Fundo Monetário Internacional (FMI) aprovou o pedido da Colômbia de um aumento na linha de crédito disponível para o país, que chegou agora a US$ 17,2 bilhões. Em comunicado, o FMI diz que isso ocorre pois Bogotá continua a cumprir os critérios para acessar a linha e por sua boa trajetória de desempenho econômico e implementação de políticas, em um contexto de “riscos externos aumentados”. Além disso, o choque da pandemia da covid-19 se mostra mais adverso do que o previsto no início de maio, aponta o Fundo.

Pelo Twitter, a diretora-gerente do FMI, Kristalina Georgieva, elogia o aumento na linha de crédito flexível, de US$ 6,5 bilhões, diante dos fundamentos “muito fortes” do país e da necessidade de que a Colômbia continue a receber fundos para apoiar a economia e a população diante do novo coronavírus.

Relacionados

EUA confirmam sanções à Rússia e proíbem negociações com dívida soberana do país

Os Estados Unidos confirmaram nesta quinta-feira a imposição de sanções à Rússia. Entre as medidas estão a proibição de negociações com [...]

Estadão - 15/04/2021

Todas as 5 atividades de serviços registraram alta em fevereiro ante janeiro

Todas as cinco atividades de serviços registraram crescimento na passagem de janeiro para fevereiro, segundo os dados da Pesquisa Mensal de [...]

Estadão - 15/04/2021

Dólar acelera queda após forte dado de varejo nos EUA e olha IGP-10 e Serviços

O dólar opera em queda frente o real, com o apetite por ativos no exterior apoiando a demanda por moedas emergentes [...]

Estadão - 15/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções