IIF: ritmo desigual de vacinação em emergentes trará disparidades na recuperação

Tempo de leitura: 1 minuto

O desigual ritmo de vacinação contra o coronavírus entre países emergentes pode provocar disparidades na recuperação econômica, alerta o Instituto Internacional de Finanças (IIF), em relatório divulgado nesta terça-feira, 2. Segundo a instituição, a economia global deve registrar forte retomada este ano, mas o processo dependerá da capacidade de cada nação de imunizar sua população.

“Significativas divergências no progresso da vacinação em emergentes já surgiram, especialmente em relação aos desenvolvidos de maior sucesso”, destaca o IIF.

Para tentar traçar um comparativo, a análise lembra que, em doenças mais antigas, os emergentes demoraram cerca de uma década para alcançar o nível de imunização dos desenvolvidos.

“Taxas de imunização significativamente mais baixas em países pobres são uma lembrança de que vacinar o mundo inteiro será um enorme desafio”, conclui o instituto.

Relacionados

Petrobras anuncia reajustes de 1,9% para gasolina e de 3,7% para o diesel

A Petrobras informou às distribuidoras de combustíveis que vai aumentar o diesel em 3,7% e a gasolina em 1,9% a partir [...]

Estadão - 15/04/2021

Ouro fecha em forte alta, com queda dos juros dos Treasuries e dólar fraco

O contrato futuro de ouro mais líquido de ouro fechou em alta nesta quinta-feira, 15, impulsionado pelo enfraquecimento do dólar e [...]

Estadão - 15/04/2021

Bolsonaro cita 'toque de recolher' na Argentina e Fernández desmente brasileiro

O presidente Jair Bolsonaro afirmou na manhã desta quinta-feira, pelo Twitter, que a Argentina vive um "toque de recolher" entre "20h [...]

Estadão - 15/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções