Ouro cai mais de 2% e fecha no menor nível em 2 meses, com retomada do dólar

Tempo de leitura: 1 minuto

O contrato futuro mais líquido de ouro fechou em queda de mais de 2% hoje, com o fortalecimento do dólar pesando mais que a generalizada aversão ao risco nos mercados globais, que costuma beneficiar as cotações da commodity.

Na Comex, divisão de metais da New York Mercantil Exchange (Nymex), o ouro com entrega prevista para dezembro encerrou em baixa de 2,05%, a US$ 1.907,60 a onça-troy, no nível de fechamento mais baixo desde 22 de julho.

Após um longo período de fraqueza, a moeda dos Estados Unidos vem ganhando força nos últimos dias, impulsionada pelo enfraquecimento do euro e da libra, em meio aos temores de uma segunda onda de coronavírus na Europa e às incertezas decorrentes do Brexit, como é conhecido o processo de saída do Reino Unido da União Europeia.

“O dólar firme é como um nó ao redor do pescoço de metais preciosos e está colocando pressão sobre o ouro, apesar da crescente aversão ao risco”, explica o Commerzbank, em relatório.

A tendência negativa do metal, contudo, não muda as perspectivas da Capital Economics para o mercado. Segundo a consultoria, a política monetária expansionista em todo o mundo tende a favorecer as cotações. “Prevemos que o preço do ouro vai subir para US$ 2 mil a onça-troy no final de 2020 e US$ 2,1 mil a onça-troy no fim de 2021”, projeta.

Relacionados

Bolsonaro cita 'toque de recolher' na Argentina e Fernández desmente brasileiro

O presidente Jair Bolsonaro afirmou na manhã desta quinta-feira, pelo Twitter, que a Argentina vive um "toque de recolher" entre "20h [...]

Estadão - 15/04/2021

Promar pode atrair US$ 15 bi e novos agentes em 5 anos com novo marco regulatório

A revitalização de campos maduros no Brasil pode atrair investimentos de até US$ 15 bilhões de dólares nos próximos cinco anos [...]

Estadão - 15/04/2021

Pandemia provocou ruptura estrutural do modelo de ajuste sazonal, diz IBGE

A melhora de 3,7% no volume de serviços prestados no País em fevereiro ante janeiro deve ser olhada com cautela, porque [...]

Estadão - 15/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções