Cade aprova venda de participação da Petrobras no Polo Pescada para OP Pescada

Tempo de leitura: 1 minuto

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou a venda da participação da Petrobras no Polo Pescada para a OP Pescada Óleo e Gás, subsidiária da Ouro Preto Óleo e Gás. O Polo Pescada é formado pelos campos Pescada, Arabaiana e Dentão, que estão localizados nas águas rasas da Bacia Potiguar na Plataforma Continental do Estado do Rio Grande do Norte. O despacho da Superintendência-Geral do órgão com a decisão está publicado no Diário Oficial da União (DOU).

A OP Pescada já era sócia da petrolífera no polo: a empresa detinha 35% no consórcio, enquanto a Petrobras era majoritária com 65%.

O valor da transação aprovada pelo Cade foi de US$ 1,5 milhão, conforme a Petrobras já havia anunciado em julho passado.

“Essa operação está alinhada à estratégia de otimização do portfólio e à melhoria de alocação do capital da companhia, passando a concentrar cada vez mais os seus recursos em águas profundas e ultra profundas, onde a Petrobras tem demonstrado grande diferencial competitivo ao longo dos anos”, disse a empresa.

Para a Ouro Preto, a operação está alinhada à estratégia de expansão das suas atividades de exploração e produção de petróleo e gás natural por meio de operações de farm-in (aquisições parciais ou totais dos direitos de concessão detidos por uma empresa).

A produção média do Polo Pescada de janeiro a junho deste ano foi de aproximadamente 260 barris de óleo por dia (bpd) e 190 mil m3/dia de gás.

Relacionados

Terremoto de magnitude 5,9 atinge sul do Irã, diz agência estatal

Um terremoto de magnitude 5,9 na escala Richter atingiu as províncias de Bushehr e Fars, no sul do Irã, neste domingo, [...]

Estadão - 18/04/2021

França quer diálogo mas apoia sanções à Rússia por 'comportamento inaceitável'

O presidente da França, Emmanuel Macron, defendeu que outros países mantenham diálogo com a Rússia, mas também apoiou sanções contra o [...]

Estadão - 18/04/2021

‘Orçamento está falido e não deveria ser sancionado’

Presidente da Câmara até fevereiro deste ano, o deputado Rodrigo Maia diz que o Orçamento está "falido" e "capturado pelos projetos [...]

Estadão - 18/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções