Congresso dos EUA aprova pacote de ajuda econômica de US$ 900 bilhões

Tempo de leitura: 1 minuto

O Congresso dos Estados Unidos aprovou na madrugada desta terça-feira, 22,, o pacote de ajuda econômica de US$ 900 bilhões, autorizando uma nova rodada de auxílio para trabalhadores e empresas enquanto a pandemia da covid-19 persiste. Após um acordo bipartidário entre republicanos e democratas, a Câmara dos Representantes e o Senado votaram pela aprovação do projeto em poucas horas, superando meses de impasse.

O Senado votou pela aprovação do projeto por 91 a 7, após o texto ter passado na Câmara dos Representantes com 395 votos favoráveis e 53 contra. Agora, o texto segue para sanção do presidente Donald Trump.

O pacote prevê recursos para uma nova rodada de pagamentos diretos aos americanos de US$ 600 por adulto e R$ 600 por criança, adiciona US$ 300 aos pagamentos semanais de seguro-desemprego por onze semanas, estende dois outros programas de seguro-desemprego e fornece mais de US$ 300 bilhões em verbas para subsídio à pequenas empresas. O pacote também destina mais de US$ 50 bilhões para a distribuição de vacinas contra o novo coronavírus, bem como para os esforços de testagem e rastreamento da doença.

Financiamento

O Congresso norte-americano também aprovou, na madrugada, projeto de lei que assegura US$ 1,4 trilhão para financiamento do governo até setembro. A medida evita um apagão da administração Donald Trump, às vésperas da transição de gestão para Joe Biden.

Relacionados

Painel do CDC adia voto sobre riscos de coágulo com uso vacina da J&J

Um painel consultivo federal se recusou nesta quarta-feira, 14, a votar sobre como a vacina contra a covid-19 da Johnson & [...]

Estadão - 14/04/2021

Cia. Hering rejeita proposta da Arezzo para potencial fusão

A Cia. Hering informou nesta quarta-feira, 14, que o seu conselho de administração decidiu, por unanimidade, rejeitar a proposta de potencial [...]

Estadão - 14/04/2021

Juros caem alinhados a uma melhora do câmbio e com apetite ao risco no exterior

Os juros fecharam a quarta-feira em queda, favorecida pelo apetite ao risco visto no mercado de moedas emergentes, especialmente após declarações [...]

Estadão - 14/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções