UE revisa regras para encorajar empréstimos bancários

Tempo de leitura: 1 minuto

O Comitê de Assuntos Econômicos e Monetários do Parlamento Europeu revisou regras, a fim de encorajar que os bancos emprestem a companhias e também a pessoas do bloco. Em comunicado, o Parlamento Europeu afirma que o relaxamento “temporário e direcionado” nas regras prudenciais para bancos da UE e supervisores mantém o sistema bancário estável, com capacidade para mitigar o “impacto severo” da pandemia de coronavírus.

A nota diz ainda que os deputados do comitê concordaram em introduzir um filtro prudencial temporário para calcular perdas acumuladas desde 31 de dezembro de 2019 e “neutralizar seu impacto”, diante do “extraordinário impacto” da covid-19 e dos “níveis extremos de volatilidade nos mercados financeiros”, que levaram a um aumento nos retornos para a dívida pública e a perdas não realizadas sobre os ativos de dívida pública que já eram detidos pelos bancos.

Relacionados

Bolsonaro: fim à discriminação salarial pode piorar situação de mulheres

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) sugeriu que arranjar emprego pode se tornar "quase impossível" para as mulheres, caso ele sancione [...]

Estadão - 22/04/2021

Bolsonaro diz que críticas à política ambiental do seu governo não se justificam

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) avaliou mais uma vez como injustas as críticas que o Brasil sofre por causa da [...]

Estadão - 22/04/2021

Na Cúpula do Clima, FMI pede preço robusto para o carbono

A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, pediu nesta quinta-feira, 22, que se imponha um preço robusto sobre o [...]

Estadão - 22/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções