Consumidor nos EUA mostra pessimismo um pouco menor com situação financeira

Tempo de leitura: 1 minuto

O Centro para Dados Microeconômicos do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) de Nova York divulgou uma pesquisa de expectativas dos consumidores, a qual mostra um recuo no pessimismo sobre a situação financeira das pessoas nos Estados Unidos. As expectativas para o mercado de trabalho e a renda das famílias, porém, continuam fracas, em comparação com o período anterior à pandemia da covid-19.

Em comunicado, o Fed NY comenta que a mediana das expectativas de inflação aumentou tanto no curto quanto no médio prazos, enquanto a incerteza e as visões divergentes sobre a inflação futura prosseguem em nível elevado.

A mediana das expectativas de inflação aumentou 0,1 ponto porcentual em agosto, para 3,0% no horizonte de um ano, e avançou 0,3 ponto porcentual, para 3,0%, no horizonte de três anos. A alta foi puxada sobretudo pelas pessoas acima de 40 anos, diz a pesquisa.

Outro ponto citado na pesquisa é que a percepção sobre o risco de perder o emprego nos próximos 12 meses aumentou pelo segundo mês consecutivo, de 16,0% em julho para 18,0% em agosto, bem acima da marca de 13,8% de fevereiro.

Relacionados

Austrália vai retirar tropas do Afeganistão até setembro

A Austrália vai concluir a retirada das suas tropas do Afeganistão em setembro, junto com os Estados Unidos e outros aliados, [...]

Estadão - 15/04/2021

EUA vão anunciar sanções contra a Rússia e expulsão de diplomatas do país

O governo dos Estados Unidos vai impor uma série de medidas retaliatórias à Rússia nesta quinta-feira, 15, em resposta à suposta [...]

Estadão - 15/04/2021

Problema não é de recursos, mas de falta de projetos, diz Ricardo Paes de Barros

O economista e ex-subsecretário de Ações Estratégicas Ricardo Paes de Barros disse nesta quarta, 14, que o problema do Brasil não [...]

Estadão - 14/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções