CabeçalhoConteúdoNewsletterRodapé

Cotações por TradingView

Mini índice no mercado futuro: o que é, como funciona e como operar o contrato?

9 de fevereiro de 2021
Escrito por Guide Investimentos
Tempo de leitura: 11 min
Compartilhar
Tempo de leitura: 11 min

O mercado à vista não é a única oportunidade disponível na bolsa de valores. Você também pode operar no chamado mercado futuro e, entre as alternativas disponíveis, há oportunidades ligadas ao mini índice.

Esse é um minicontrato futuro que tem por base as variações no Ibovespa, o principal índice de ações da bolsa brasileira. Sendo assim, você tem a chance de explorar o mercado de uma forma diferente. Mas isso exige conhecer de maneira completa como tudo funciona.

Na sequência, veja como operar no mercado futuro com mini índice e saiba quais são as características mais relevantes!

O que veremos neste artigo?
O que é o mercado futuro?
O que é o mini índice?
Como funciona o mini índice?
Quais as diferenças entre minicontrato e contrato cheio de índice?
Qual é o código de negociação?
Como funciona o vencimento do contrato de índice futuro?
Para que serve o mini índice?
Quais são as vantagens do mini índice?

O que é o mercado futuro?

O mercado futuro é um ambiente de negociação na bolsa de valores, cujas operações não são liquidadas em poucos dias, como acontece no mercado à vista. Em vez disso, ele é marcado pela negociação de contratos futuros — que têm uma data de vencimento no futuro.

Por isso, uma característica importante do mercado futuro é que ele prevê a negociação de derivativos e não diretamente de ativos. Derivativos são os elementos que derivam dos ativos que são negociados nesse ambiente.

O mercado futuro foi criado inicialmente com o objetivo de proteger produtos rurais. Afinal, muitos profissionais do primeiro setor faziam o plantio de culturas e, no momento da colheita, sofriam prejuízos com a baixa do preço de negociação.

Com os contratos futuros, tornou-se possível negociar as sacas de produtos agrícolas por um preço fixo, com vencimento no futuro. Com o tempo, as commodities não foram mais os únicos objetos de negociação. Além disso, a liquidação não acontece de modo físico, e sim apenas financeiro.

O que é o mini índice?

Sabendo que não são apenas os produtos agrícolas e outras commodities que podem ser negociados, vale a pena conhecer o contrato de mini índice da bolsa de valores.

Ele consiste em um contrato futuro que negocia possíveis variações do Ibovespa, um dos principais índices da bolsa de valores. Portanto, também é chamado de mini índice Bovespa.

No caso, a negociação é feita diante da expectativa de que o índice subirá ou descerá, alcançando um patamar de interesse até a data prevista. Caso a movimentação aconteça conforme sua expectativa, é possível consolidar o lucro pela operação ao longo do contrato.

Como funciona o mini índice?

Depois de entender algumas características principais desses contratos, é o momento de saber como eles funcionam na prática. Primeiramente, é possível adquirir contratos que preveem a alta ou a queda do Ibovespa.

Então existe a chance de lucrar em ambos os cenários, dependendo da sua decisão. A partir da análise de mercado, você pode escolher o minicontrato de índice de interesse. Convém perceber que a movimentação ocorre sempre em múltiplos de 5 pontos.

Veja mais duas informações fundamentais sobre o mini índice:

Ajuste diário

Uma das características mais importantes do mercado futuro é que ele apresenta ajuste diário. Ou seja, a apuração do lucro ou do prejuízo não acontece apenas no momento do vencimento.

Imagine que você adquiriu um contrato de 115 mil pontos, com operação comprada — ou seja, que se beneficia da alta. Se, ao final de um dia, ele chega a 115.500, há um ajuste positivo, ou seja, um lucro obtido com a operação.

O resultado é dado pela diferença entre os pontos, multiplicada por R$ 0,20. Os lucros e prejuízos se acumulam ao longo dos dias e, ao final, você saberá se ganhou ou perdeu com a negociação do minicontrato de índice.

Margem de garantia

Para operar contratos de mini índice futuro também é importante saber que há a exigência da chamada margem de garantia. Isso acontece porque é possível operar com os derivativos de forma alavancada. Ou seja, você não precisa dispor de todos os recursos na negociação.

No entanto, para garantir a segurança exige-se que o operador disponha de uma margem de garantia. Ela pode ser dada em dinheiro ou em ativos financeiros, como títulos e ações. Conforme ocorrem as variações e os ajustes diários, a margem de garantia pode ser consumida.

Quais as diferenças entre minicontrato e contrato cheio de índice?

Para entender o mercado futuro, também vale conhecer as diferenças entre os minicontratos e os contratos cheios. Um contrato cheio de índice é composto por 5 contratos, cujo tamanho está atrelado ao número do Ibovespa.

A conversão é de que cada ponto equivale a R$ 1,00. Porém, a condição inviabilizava a negociação por parte de muitas pessoas, já que era necessário dispor de uma grande quantia de uma só vez.

Então foi criado o mini índice Bovespa, que envolve a negociação de apenas um contrato. Por causa disso, cada ponto passa a R$ 0,20, o que faz com que ele exija um valor que é 5 vezes menor que o previsto no contrato cheio. Em uma analogia, é como se o minicontrato fosse uma solução parecida com o mercado fracionário de ações.

Qual é o código de negociação?

Outra característica importante sobre o mini índice diz respeito ao código de identificação na bolsa. Conhecer o ticker é importante para encontrá-lo na plataforma de negociação e poder adquirir os contratos conforme o desejado.

O mini índice começa com as letras WIN. Já os contratos cheios trazem IND no começo. Em seguida, há a inclusão de uma letra associada ao mês de vencimento. Veja as equivalências:

  • fevereiro: G;
  • abril: J;
  • junho: M;
  • agosto: Q;
  • outubro: V;
  • dezembro: Z.

Por fim, há a inclusão de dois números, que fazem referência ao ano de vencimento do mini índice. Assim, um contrato WINJ21, por exemplo, tem vencimento em abril de 2021.

Conhecer o código de negociação é fundamental para entender as características do contrato ao vê-lo disponível na plataforma de negociação.

Como funciona o vencimento do contrato de índice futuro?

Como você viu, o vencimento do índice futuro se dá apenas em meses pares. Além disso, ocorre na quarta-feira mais próxima ao dia 15 do mês em questão. Toda a negociação deve acontecer dentro do prazo da bolsa de valores, com uma pré-abertura de 5 minutos antes do pregão.

As variações quanto aos prazos se refletem no código de negociação, que determina em qual mês ocorrerá o encerramento dos ajustes diários. Contudo, não é obrigatório esperar o vencimento do contrato para encerrá-lo.

Existe a chance de fazer a venda antecipada, já que ele apresenta liquidez quanto à negociação. O processo é conhecido como saída operacional e se torna possível pelo alto volume de negociação no mercado futuro.

Para que serve o mini índice?

Recorrer a contratos de mini índice tem duas motivações prováveis. A primeira envolve realizar o hedge ou a proteção de carteira. Como você consegue negociar níveis de desempenho do Ibovespa, é possível proteger sua carteira contra a queda ao operar vendido, por exemplo.

Além disso, é possível adquirir esses contratos com foco na especulação. Essa é uma oportunidade de obter lucros no curto ou no curtíssimo prazo, mediante a variação do Ibovespa.

Por causa dos diferentes objetivos, o perfil de quem executa as operações também varia. Quem busca o hedge de carteira, normalmente, é o investidor de longo prazo. Já quem deseja lucrar com oscilações em curto prazo é o investidor com perfil especulador.

Quais são as vantagens do mini índice?

Apesar de o mercado futuro apresentar riscos mais elevados pela volatilidade, operar mini índice tem pontos positivos. Primeiramente, há a questão do acesso, já que a redução do valor exigido para operar é menor com esse tipo de contrato.

Além disso, é por meio desse contrato que você pode aproveitar diretamente as movimentações do Ibovespa. Como estamos falando de um índice, não é um ativo com investimento direto. O derivativo, portanto, permite explorar as oscilações do mercado.

Outra questão vantajosa envolve o potencial de alavancagem. Desde que seja capaz de oferecer a margem de garantia exigida, você pode operar com um valor acima do que realmente possui.

Ao mesmo tempo em que isso permite obter mais ganhos, é preciso ficar atento ao aumento dos riscos. Afinal, você também pode perder mais, já que está operando com valores maiores.

Outra vantagem do mercado futuro é a chance de especular e de ganhar no curto e no curtíssimo prazo com as operações. Caso você tenha uma estratégia adequada e o perfil recomendado, torna-se possível explorar a possibilidade.

Como operar mini índice?

Agora que você conhece as principais características dos contratos de mini índice, é interessante saber como operar dessa forma. Dependendo dos seus objetivos, será possível aproveitar a alternativa.

Na sequência, veja quais são os passos importantes para realizar a negociação!

Conheça bem o mercado futuro

Como vimos, o mercado futuro é muito diferente do mercado à vista, tanto pelo prazo de liquidação quanto pelos derivativos e pelo potencial de retorno. Portanto, o primeiro passo para negociar contratos de mini índice é se aprofundar nesse ambiente de negociação.

São muitas as particularidades do mercado futuro e você deve entendê-lo de modo completo para tirar proveito do que ele oferece. Portanto, é preciso aprofundar seus conhecimentos quanto ao assunto antes de adquirir qualquer contrato futuro.

Entenda seu perfil de investidor

Apesar de também ser de renda variável, o mercado futuro não tem o mesmo perfil de risco do mercado à vista. As oscilações podem ser mais intensas e o investidor precisa estar confortável com elas.

Portanto, é preciso ter atenção e definir seu perfil de investidor. A ideia é compreender qual é sua tolerância e seu apetite ao risco. Assim, é possível saber se essa é uma alternativa que faz sentido para você. No geral, ela costuma ser indicada apenas para quem possui perfil arrojado.

No caso de quem pretende especular é ainda mais importante fazer esse reconhecimento. Você estará exposto a uma volatilidade elevada no curto e no curtíssimo prazo, o que requer cuidados extras. Portanto, tenha a certeza de que o ambiente de negociação atende às suas expectativas.

Faça uma análise de mercado

Como visto, é possível adquirir mini contratos de índice de forma comprada ou vendida. Ou seja, você tem a chance de lucrar tanto com a subida quanto com a descida do Ibovespa. A decisão sobre qual alternativa escolher depende de uma análise de mercado.

O ideal é procurar entender as condições do mercado de ações e fazer projeções até o prazo de vencimento de interesse. Assim, é possível ter uma ideia de qual será o comportamento dos preços e do índice.

Ainda que não seja possível prever com exatidão qual será a contagem de pontos do Ibovespa, fazer essas considerações ajuda a manejar os riscos. Afinal, você tomará uma decisão informada e que tem base em elementos concretos.

Tenha conta em corretora que ofereça suporte

Após definir qual é a melhor estratégia de proteção ou especulação é preciso operar com os mini contratos de interesse. Para tanto, será necessário ter uma conta em corretora de valores. Por isso, a escolha da instituição financeira deve ser feita com bastante critério.

Você deve optar por uma instituição financeira que ofereça suporte para essas operações de renda variável. Também é importante conferir quais são as regras para as respectivas operações.

Cada corretora tem valores de corretagem, cobranças em caso de zeragem de posição e outras questões relacionadas. Conhecer tudo previamente permite fazer uma escolha que seja adequada para as suas necessidades e expectativas.

Acesse o home broker e faça as operações

Com a conta na corretora criada, você só precisa acessar o home broker ou a plataforma de investimentos de seu interesse parar operar.

Por lá, é possível identificar o ticker do mini índice, que, como visto, começa com WIN. Tenha cuidado para avaliar corretamente o vencimento e confira informações quanto ao número de pontos do Ibovespa que será negociado.

Para adquirir o minicontrato, você deverá apresentar a margem de garantia investida. Feito isso, passará a aproveitar os ajustes diários que acontecem sobre os contratos futuros. Caso deseje, é possível encerrar sua posição antes do vencimento, em qualquer momento durante o pregão.

O mini índice é uma alternativa de contrato futuro, que se destaca por ser mais acessível que a modalidade cheia. Com essa alternativa, você pode aproveitar as flutuações do índice Bovespa, desde que siga as recomendações e tenha conhecimento sobre como operar dessa forma.

Nesse processo, você precisará de uma corretora completa. Por isso, entre em contato com a Guide e veja o que temos a oferecer!

Guiar as pessoas para que o dinheiro não limite a vida. Este é o nosso propósito e o que acreditamos. Queremos eliminar as barreiras e limitações que impedem as pessoas de viverem sem ter que ficar só preocupadas com dinheiro. Aqui, no portal O Guia Financeiro, te auxiliamos e ensinamos diversas formas de alcançar a sua independência e sempre te lembramos de contar com os nossos Assessores-Guias com o objetivo de alcançar seus sonhos e objetivos.

Veja também