Israel: Manifestantes vão às ruas para pedir a renúncia de Netanyahu

Tempo de leitura: 1 minuto

Milhares de israelenses protestaram mais uma vez neste sábado (2) contra o primeiro-ministro do país, Benjamin Netanyahu, pedindo a renúncia do líder por causa de acusações de corrupção feitas contra ele, e também pela alegada falha em lidar com a crise do coronavírus.

Com cartazes em que se lia “Vá embora” e “Somos todos iguais perante a lei”, os manifestantes se reuniram em uma praça de Jerusalém próxima da residência oficial de Netanyahu, região que há meses tem sido palco de protestos contra ele.

O primeiro-ministro tem sido acusado de fraude, abuso de confiança e suborno em três casos que implicaram cúmplices multimilionários e magnatas da imprensa local. O premiê nega que tenha cometido irregularidades. Para os opositores, Netanyahu não pode governar o país estando sob suspeita. Nas próximas semanas, começarão as audiências de apresentação de provas nos casos.

Israel fará em março a quarta eleição nacional em dois anos, no que poderia ser um referendo ao premiê. No entanto, Netanyahu enfrenta desertores do Likud, partido a que pertence.

Os manifestantes também alegaram que o governo do premiê falhou na resposta ao coronavírus. O país, atingido economicamente pela pandemia, está em uma quarentena parcial devido ao aumento do número de casos. Entretanto, Netanyahu e seus aliados têm aproveitado uma campanha que já vacinou 10% da população contra a doença para afirmar que o governo está trabalhando pelo fim da pandemia.

Relacionados

Caso George Floyd: Júri inicia deliberações sobre Derek Chauvin

O destino de Derek Chauvin, o ex-policial de Minneapolis acusado de matar George Floyd, está agora nas mãos dos jurados, que [...]

Estadão - 20/04/2021

Monitor do PIB aponta alta de 1,4% em fevereiro ante janeiro, revela FGV

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro cresceu 1,4% em fevereiro ante janeiro, segundo o Monitor do PIB, apurado pelo Instituto Brasileiro [...]

Estadão - 20/04/2021

China: Xi Jinping pede 'gestão mais equitativa' de temas globais

O presidente da China, Xi Jinping, pediu nesta terça-feira (20) uma "gestão mais equitativa" dos temas globais e, em uma crítica [...]

Estadão - 20/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções