Pandemia gera ‘grandes efeitos’ no crescimento potencial do Reino Unido, diz BoE

Tempo de leitura: 1 minuto

Membro do comitê de política monetária do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês), Michael Saunders afirmou hoje que a pandemia tem provocado “grandes efeitos” sobre o potencial de crescimento da economia do Reino Unido. “A pandemia e restrições associadas têm reduzido de modo significativo a produção potencial nos últimos trimestres, mas a maioria desses efeitos deve ser razoavelmente temporária”, disse ele, durante discurso em seminário online.

Saunders projeta que, nos próximos meses, mudanças nos preços de energia devem puxar para cima o índice de preços ao consumidor, enquanto o relaxamento de restrições “deve impulsionar a atividade econômica”.

Segundo ele, os dados até agora disponíveis sugerem que o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do Reino Unido no primeiro trimestre será “menos fraco do que o esperado” pelo BoE em fevereiro, enquanto a perspectiva para o segundo trimestre deve ser “provavelmente melhor” do que a projeção central dos dirigentes de fevereiro.

E notou que, como o número de casos de covid-19, hospitalizações e mortes têm recuado “rapidamente” no país e a vacinação mantém o ritmo, as restrições à circulação podem ocorrer um pouco mais rápido do que o projetado pelo banco central em fevereiro.

O dirigente também citou o fato de que o orçamento recente provê “mais apoio significativo de curto prazo para a economia”.

Relacionados

China: Xi Jinping pede 'gestão mais equitativa' de temas globais

O presidente da China, Xi Jinping, pediu nesta terça-feira (20) uma "gestão mais equitativa" dos temas globais e, em uma crítica [...]

Estadão - 20/04/2021

Déficit na balança do setor químico chega a US$ 8,7 bi no 1º tri, diz Abiquim

O déficit acumulado na balança comercial de produtos químicos atingiu US$ 8,7 bilhões no primeiro trimestre do ano, recorde do indicador [...]

Estadão - 20/04/2021

Dólar cai a R$ 5,53 com fluxo, após subir a R$ 5,58 por fiscal e exterior

O dólar perdeu força e caiu à mínima a R$ 5,5318 (-0,34%) no mercado á vista, há pouco, com sinais de [...]

Estadão - 20/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções