Cotações por TradingView

Lições do Shark Tank para quem quer empreender

Tempo de leitura: 6 minutos

Seguindo a linha de nossas indicações realizadas nas proximidades dos finais de semana aqui nesta coluna, hoje indicaremos um programa que traz muitos insights interessantes para quem pensa em abrir o próprio negócio: o Shark Tank.

Inspirado em uma versão americana, o programa promove o seguinte encontro: de um lado grandes empresários de sucesso que pretendem investir em novos negócios que podem se destacar e, de outro lado, empreendedores que buscam recursos financeiros e auxílio por parte desses empresários para destravar os negócios dos seus sonhos.

Entre ideias muito inteligentes e outras que nos fazem coçar a cabeça sobre o que teria motivado a pessoa a ir em um programa de tv para apresentar aquilo, algumas lições ficam para quem pretende entrar no mundo do empreendedorismo – indo buscar apoio dos tubarões ou não.

Validação importa

Existem negócios que movem as pessoas, que fazem literalmente com que elas se levantem todos os dias querendo que eles façam sentido, cresçam, cumpram suas respectivas missões. Mas é sempre importante lembrar que não basta o esforço pessoal, é preciso que exista validação na realidade.

É preciso sempre se perguntar, antes de seguir com um negócio, por exemplo a quem ele resolve problemas, se as pessoas estão dispostas a pagar por aquilo e como funcionará aquele operacional na prática, por exemplo, se houver uma necessidade rápida de um aumento importante nas atividades.

Antes mesmo de querer propagandear por aí – ou mesmo pedir aquela ajuda para quem quer que seja -, é preciso saber se tudo o que se está pensando tem validação na realidade. Os meios pelos quais você vai fazer isso são os mais diversos possíveis, mas não se esqueça de fazer.

Nem todo negócio vai crescer pra caramba

Geralmente empreendedorismo está ligado a um universo que fala em grandes números: ser o maior não sei o quê do planeta, resolver os problemas de determinada natureza de todas as pessoas do Brasil, assim por diante.

Mas jamais se esqueça que, para além de saber o que se quer, é preciso reconhecer quais são as limitações e quem realmente será atendido. Nem todo negócio vai decolar o suficiente para aparecer em algum grande portal de notícias, para abrir capital ou te colocar na lista de mais ricos do país. Pode ser que o negócio que mais mude sua vida seja discreto, tenha receita baixa mas te remunere bem mesmo assim.

Nesse ponto não se trata de escaldar esforços e imaginar que ninguém pode crescer e vencer, mas sim de uma lembrança importante que a realidade traz: mais relevante do que os planos que você acredita serem possíveis são os resultados que você consegue entregar efetivamente. Pode ser que seu negócio mesmo pequeno e de baixa receita mude sua vida, já pensou?

É preciso resolver uma dor

Por mais que vivamos em um mundo em que as informações são muito voláteis e é possível atrair atenções por meio choques – criando necessidades nunca antes imaginadas através de propagandas sensacionalistas -, não se esqueça jamais que, no longo prazo, ficam aqueles que resolvem problemas reais, não sustos.

Para além de querer criar uma praticidade simples que alguém pode vir te copiar, qual é a grande dor que o negócio que você objetiva abrir busca resolver? E você sabe se quem sente essa dor está disposto a pagar para você resolver isso de uma vez?

Essas duas perguntas podem ficar no ar mais do que deveriam, mas são importantíssimas. Nenhum negócio que se queira ser perene, independente dele ter como objetivo um crescimento imenso ou uma estabilização por tempo mais alongado, assim ficará caso não resolva dores reais e que as pessoas estejam realmente dispostas a pagar por.

Nem todo negócio precisa de mais sócios

Em diversos casos de empresas que participam do Shark Tank há a constante figura do “não posso oferecer mais participação porque tenho mais sócios”. Antes de procurar algum incremento financeiro ou de ajuda de qualquer tipo, já parou para pensar em olhar as possibilidades existentes dentro da própria sociedade?

Pode parecer trivial, mas não é: algumas decisões só podem ser tomadas a nível societário, por quem realmente tem a propriedade do negócio, e, quanto mais se abre essa propriedade, mais pessoas estarão não apenas dispostas como detentoras do direito de opinar sobre os rumos de tudo aquilo.

Assim sendo, a não ser que você realmente esteja procurando alguma ajuda – não apenas financeira – que mova seu negócio para direções distintas do que você está fazendo, pense duas vezes antes de adicionar mais gente ao quadro societário. Não são óbvias as decisões que podem a vir ser tomadas e é muito mais difícil (e doloroso) admitir que seu negócio pode ser muito alterado em relação ao que você pensava após inclusões do tipo do que antes.

Se você acredita, sustente com dados

Todo negócio objetiva o lucro. Isso pode ser pecado para alguns, mas é a grande realidade. Seja resolvendo problemas que melhoram o mundo ou apenas dando alguma opção a mais de praticidade a alguém, nenhum negócio sobrevive no longo prazo se não pagar as contas e remunerar quem teve a ideia criativa de fazer aquilo tudo funcionar.

A partir do momento em que um negócio paga as contas e remunera os sócios, diante da decisão de crescimento e ampliação é possível contar com recursos de toda natureza (financeiros e esforços pessoais) vindos de dentro ou mesmo sendo trazidos de fora. Se sua opção for a de participar de uma captação de recursos tal qual a do Shark Tank, lembre-se de ter todos os dados que mostram como o negócio para em pé na ponta da língua.

Qual sua margem, qual seu faturamento e múltiplos diversos: se você é o empreendedor que está para mostrar para alguém com dinheiro e disposição por qual motivo deveria aportar em seu negócio, fica feio demais não deixar bem clara e objetivamente quais são os motivos pelos quais o aporte deveria ocorrer e sob quais bases ele se desenvolverá.

Ah, e não se esqueça: trabalhe com o que te sustenta, com o que você tem, não com o que você gostaria que fosse. Previsões espantosas de crescimento que justificariam valuation que não condiz com sua realidade atual ajudam a te tirar da relevância e vão te direcionando para o hall das ideias que pareciam até uma brincadeira.

Conheça seu próprio negócio

Por fim, uma dica essencial: antes de oferecer parte para alguém, saiba exatamente como as coisas funcionam, quais são suas potencialidades, seus limites, o que poderia ser melhorado e como poderiam ser feitas essas melhorias. No fim das contas, se você não souber, não espere que o outro lado vá adivinhar – ou, pior, descobrir por você.

A grande recomendação que fazemos sobre esse programa, seja na versão brasileira ou americana, se dá pelo fato de que ele mostra de maneira bastante direta como o universo do empreendedorismo demanda muito mais respostas do que inicialmente se imagina. Para além de várias frases motivacionais que podem te ajudar no dia a dia, saber o operacional o suficiente para passar adiante é absolutamente necessário se você quiser incluir alguma ajuda externa.

Aqui no Brasil, em 2021, foi ao ar a sexta temporada do Shark Tank. Nossa torcida como autores deste artigo é que pelo menos algum dos empreendedores pense nesses itens (ou até chegue a ler este breve conjunto de dicas), para saber se vale a pena enfrentar aquele tanque ou mesmo para se preparar da maneira mais adequada possível.

A todos os nossos leitores, desejamos um Feliz Natal!

Relacionados

Como ter uma renda extra? Conheça 6 soluções possíveis!

Uma pergunta bastante comum entre os brasileiros diz respeito a como ter uma renda extra. Afinal, muitas vezes é preciso potencializar [...]

Guide Investimentos - 25/01/2022

A ressaca do ano novo

Via de regra todo começo de ano costuma ser mais calmo, pouca coisa acontece e nos mercados financeiros os agentes estão [...]

Terraco Econômico - 25/01/2022

127 horas, a consequência do instinto e da racionalidade

127 horas, do inglês 127 hours, é um filme de drama e aventura baseado em fatos reais, que retrata parte da [...]

Terraco Econômico - 21/01/2022
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções