Letra de Câmbio (LC) e CDB: Veja a diferença e saiba qual o melhor investimento para você

Tempo de leitura: 5 minutos

A renda fixa conta com diversas opções de investimentos. Dois deles são o CDB (Certificado de Depósito Bancário) e a LC (Letra de Câmbio). Por serem semelhantes, muitos investidores os confundem. Porém, eles têm diferenças — e é interessante conhecê-las.

O que veremos neste artigo?
O que é Letra de Câmbio?
O que é CDB?
Entenda a diferença entre LC e CDB
Como a rentabilidade de cada um funciona?
Como escolher entre LC ou CDB?

Tanto o CDB quanto a LC são investimentos de renda fixa. Desse modo, atraem investidores que visam à proteção de seu patrimônio. Mas será que um deles apresenta uma maior rentabilidade? E quanto à liquidez? E a tributação?

Confira essas e mais informações neste conteúdo!

O que é Letra de Câmbio?

Para delinear as diferenças entre LC e CDB, começaremos por entender o que é Letra Câmbio. Basicamente, a LC é um produto de renda fixa privada. Isso significa que sua emissão é feita por instituições financeiras.

Até aí, é possível dizer que ela é parecida com o CDB — que é emitido por bancos. Porém, uma das primeiras diferenças entre os dois investimentos é o fato de a Letra de Câmbio existir em função de relações de crédito.

A LC é usada pelas financeiras, que também são conhecidas como sociedades de crédito, de investimento e de financiamento. Sua função é captar recursos no mercado. Após fazer isso, as sociedades emprestam o montante coletado aos cidadãos, recebendo juros.

Ao final do processo, o investidor também receberá juros — em uma data pré-determinada, que é o vencimento do título. Em outras palavras, a Letra de Câmbio é uma ordem de pagamento. O investidor empresta dinheiro à instituição e o recebe no prazo com juros.

O que é CDB?

Agora que você sabe mais sobre a Letra de Câmbio, vamos entender o que é CDB. Ele diz respeito a um título emitido pelos bancos. Isso porque essas instituições buscam captar recursos e financiar suas atividades.

Em vista disso, quando o investidor aplica seu dinheiro em um Certificado de Depósito Bancário, ele está emprestando dinheiro ao banco em questão. Chegada a data de vencimento do título, ele receberá todo o montante de volta, acrescido de juros.

Entenda a diferença entre LC e CDB

Conforme é possível perceber, os dois investimentos são bastante semelhantes, certo? Então, o que as diferencia? Resumidamente, existem dois fatores que os distanciam: risco e prazo.

Entenda!

Risco

Tanto o investimento em LC quanto em CDB tende a ser bastante seguro. Afinal, trata-se de opções que ofertam previsibilidade aos investidores. Contudo, o risco da Letra de Câmbio é, em geral, maior que o do Certificado de Depósito Bancário.

Isso porque, nas financeiras, há um risco oculto: o de não receber pelo dinheiro emprestado. Quando a financeira sofre com a inadimplência, ela pode não conseguir pagar o investidor. Ainda que essa não seja uma situação corriqueira, é preciso considerá-la.

Independentemente desse fator, vale destacar que ambos os investimentos são cobertos pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito). A associação cobre o investidor caso o banco ou financeira em que ele investiu venha a falir.

Contudo, é importante saber que sua cobertura se limita a 250 mil reais por CPF e por conglomerado financeiro. Além disso, há um teto total de R$ 1 milhão (que se renova a cada 4 anos).

Prazo

Depois do risco, outra diferença entre LC e CDB é o prazo. É mais fácil encontrar CDBs com prazos mais curtos, enquanto LCs costumam ter períodos mais longos.

Além disso, é possível encontrar CDBs com liquidez diária no mercado, mas as LCs normalmente apresentam baixa liquidez. Assim, na maioria das vezes, o resgate do dinheiro só pode ser realizado na data de vencimento.

Como a rentabilidade de cada um funciona?

Agora que você sabe quais as diferenças entre LC e CDB, pode ser que deseje saber mais sobre um fator importante: a rentabilidade de cada um. Elas funcionam de maneira parecida. Basicamente, são divididas em três categorias:

  • prefixadas, cujas rentabilidades são conhecidas desde o momento da aplicação;
  • pós-fixadas, que são as mais populares. Sua rentabilidade é vinculada ao CDI — Certificado de Depósito Interbancário;
  • híbridas, que mesclam as duas categorias acima, possuindo uma taxa fixa e, em simultâneo, acompanham um indexador.

Mesmo sendo semelhantes, há uma diferença entre elas. No mundo dos investimentos, é comum que riscos maiores representem rentabilidades mais atraentes. Logo, é de se esperar que as LCs ofertem taxas de juros mais altas.

Por apresentar um risco um pouco acima do CDB, esse título tende a superá-lo em rendimento — em especial na categoria prefixada. Em todo caso, não se esqueça de comparar as opções e de analisá-las com cuidado antes de tomar sua decisão.

Em relação à rentabilidade, é necessário falar sobre a tributação de ambos os investimentos. Também de forma semelhante, ambos seguem a tabela regressiva do Imposto de Renda. Desse modo, quanto maior for o tempo da aplicação, menor o pagamento de tributos.

Como escolher entre LC ou CDB?

Com tantas informações em mãos, saber qual opção é a mais adequada para você pode gerar dúvidas. Em especial, ao conferir que existem tantas semelhanças entre LC e CDB.

Porém, alguns fatores podem ajudá-lo a tomar a decisão. O primeiro deles é seu perfil de investidor. Ainda que ambas as aplicações possam ser interessantes para perfis conservadores, é preciso atentar à gestão de riscos.

Se você é um investidor que não prioriza o rendimento sobre a segurança, pode preferir o CDB. Afinal, ele não conta com tanto risco. Já se você está disposto a ter aplicações com um grau maior de risco, pode se beneficiar das rentabilidades mais atraentes da LC.

Além desses pontos, é preciso compreender seus objetivos como investidor — e os prazos deles. Como visto, o CDB pode ser mais adequado para o curto prazo, enquanto a LC tem prazos maiores. Assim, defina metas e veja quais aplicações se encaixam melhor em cada uma.

Por fim, é interessante ter em mente que é possível investir nas duas opções – não importa qual seja seu perfil de investimento. A atitude não só permite que você leve suas próprias preferências em consideração — a depender de seus planos. Ela ainda proporciona diversificação da carteira.

Agora que você sabe mais sobre a Letra de Câmbio e os Certificados de Depósito Bancário, considere as informações trazidas neste conteúdo para tomar sua decisão. Desse modo, você poderá investir de maneira alinhada às suas necessidades!

E se você ficou com alguma dúvida sobre a diferença entre LC e CDB, comente abaixo! Estamos disponíveis para ajudá-lo a entender melhor sobre o tema!

Relacionados

Qual é a diferença entre renda fixa e variável?

Muitos investidores têm dúvidas na hora de escolher entre a renda fixa e a variável. Nas próximas linhas, você confere a [...]

Syntax Finance - 01/09/2021

O que é investimento e como começar a investir hoje mesmo

Quem é iniciante no mercado financeiro costuma se perguntar o que é investimento e como começar. Se você quer entender mais [...]

Guide Investimentos - 20/08/2021

Confira a lista dos melhores investimentos para 2021!

Encontrar os melhores investimentos é o objetivo de muitos investidores. Afinal, fazer boas escolhas é importante para minimizar os riscos da [...]

Guide Investimentos - 12/08/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções