Entenda os novos horários de funcionamento da Bolsa de Valores!

Tempo de leitura: 5 minutos

Quem quer investir na bolsa de valores precisa entender qual é o horário de funcionamento desse ambiente. Afinal, o período em que o pregão está ativo e os detalhes sobre cancelamento, tempo de ofertas e call de fechamento são questões importantes para não perder oportunidades.

Você sabia que os ambientes da bolsa de valores possuem horários diferentes e as negociações são influenciadas por essa característica? Ademais, o período de funcionamento foi alterado em 2021, o que pode trazer dúvidas aos interessados.

Para esclarecer todas essas questões, neste conteúdo você entenderá o que é a bolsa de valores e seus ambientes. Além disso, conhecerá o horário de funcionamento para cada um deles.

Confira a seguir!

O que é a bolsa de valores e seus ambientes?

A bolsa de valores brasileira é a B3, uma referência ao termo Brasil, Bolsa e Balcão. Ela é uma empresa de capital aberto que concentra a maior parte dos investimentos de renda variável no país, em seus diversos ambientes.

A B3 nasceu em março de 2017 pelo resultado da fusão entre a BM&FBovespa e a Central de Custódia e Liquidação Financeira de Títulos, a CETIP. Dessa forma, a bolsa brasileira também fornece serviços de registro, custódia e liquidação de títulos.

De modo geral, todos que fazem aportes em ações, opções, derivativos, fundos de investimento imobiliários e fundos de índices, entre outros ativos, utilizam a plataforma da B3. Atualmente, as negociações são todas eletrônicas, não existindo mais o famoso pregão presencial.

Na bolsa de valores, existem alguns mercados de negociação. O mais famoso deles é o mercado à vista, mas também existem o mercado futuro, o mercado de opções e o mercado a termo. Cada um tem um funcionamento diferente e você conhecerá seus horários a seguir.

Quais são os horários de funcionamento da bolsa de valores?

Agora que você já conhece a bolsa de valores e seus mercados, é preciso saber o horário de funcionamento de cada um. O pregão, como é chamado o período em que há a oferta e a compra e venda de ativos, é dividido em 5 etapas.

Elas são o cancelamento de ofertas, pré-abertura, negociação, call de fechamento e after-market. Cada uma possui um horário de início e fim e, com exceção do after-market, ocorrem em todos os dias em que há pregão.

Entenda o que significa cada etapa:

  • cancelamento de ofertas: é o período em que são anuladas ofertas remanescentes do pregão anterior. Ele não ocorre no mercado a termo;
  • pré-abertura: nesse período ocorrem os primeiros registros de ordens de compra e venda. Elas só serão efetivadas após a abertura, mas servem para definir os preços iniciais dos ativos;
  • negociação: nesse momento o mercado abre para a transação de ativos, assim é possível realizar a compra e venda — e as cotações oscilam em tempo real;
  • call de fechamento: após a negociação, ocorre um leilão em que os investidores participam para determinar os preços de fechamento. Contudo, ele só ocorre para ativos que compõem o Ibovespa;
  • after-market: aqui, é possível comprar e vender ativos após a call de fechamento. Mas há diversas restrições e regras para que isso aconteça.

Depois de compreender todos os períodos do funcionamento do pregão, é hora de conhecer seus horários de funcionamento. Confira como ele é definido em cada mercado:

Mercado à vista

No mercado à vista, as negociações de compra e venda são finalizadas de modo imediato. Ou seja, aqui se utiliza a cotação atual do ativo em todas as transações. Vale ressaltar que a negociação padrão é feita por lotes de 100 ativos.

Entretanto, também há o mercado fracionário, em que os ativos são negociados por unidades. A diferença entre as duas formas se dá pela liquidez e cotação de cada papel, que podem variar em cada caso.

Contudo, seu horário de funcionamento é o mesmo. Veja só:

  • cancelamento de ofertas: das 9:30 às 9:45;
  • pré-abertura: das 9:45 às 10:00;
  • negociação: das 10:00 às 16:55;
  • call de fechamento: das 16:55 às 17:00;
  • after-market: para o cancelamento é das 17:25 às 17:30 e, para a negociação, das 17:30 às 18:00.

Mercado futuro

O mercado futuro é um ambiente da bolsa de valores no qual não há negociações de ativos, mas sim dos chamados derivativos. Aqui, as transações são feitas, a partir de um posicionamento comprado ou vendido — visando uma data futura. Ainda, existem os ajustes diários dos contratos.

Assim, os investidores negociam contratos derivados de ativos que vencem em um prazo certo. O seu horário de funcionamento varia para cada tipo de derivativo negociado. Como há diversas regras, a B3 disponibiliza uma página para consulta pública.

Em relação aos contratos futuros de ações e units, por exemplo, os horários são os seguintes:

  • negociação normal: das 9:00 às 16:55;
  • call eletrônico: às 16:55;
  • cancelamento de ofertas: das 17:12 às 17:15;
  • negociação estendida (pregão D+0): das 17:20 às 17:55;
  • call eletrônico da extensão: às 17:55.

Mercado de opções

No mercado de opções também há negociações visando data futura. Os derivativos desse tipo representam o direito do titular comprar ou vender o ativo (como uma ação) por determinado preço em um prazo certo.

Aqui, os horários de funcionamento são exatamente iguais aos do mercado à vista, com exceção da call de fechamento — que vai até as 17:15. Ainda, no mercado de opções não há o after-market.

Mercado a termo

Por fim, temos o mercado a termo. Esse é mais um ambiente de negociação futura, em que são combinados juros para a compra e venda de ativos em uma data certa.

Somente no vencimento — ou em outro período durante o contrato, a depender do interesse do comprador do termo — é que a negociação será liquidada.

Assim, o preço é estipulado na negociação entre as partes e não segue a cotação dos ativos no futuro. Nesse mercado não há cancelamento, pré-abertura ou call de fechamento. Portanto, o período de negociação ocorre das 10:00 às 17:25, e o after-market de negociação acontece das 17:30 às 18:00.

Agora você já conhece os novos horários de funcionamento da bolsa de valores. Mas lembre-se de sempre ficar atento ao site oficial da B3, tendo em vista que eles podem ser alterados diante das circunstâncias do mercado.

Quer contar com uma corretora de valores para ter acesso ao home broker e fazer suas negociações com segurança? Então abra uma conta com a Guide!

Relacionados

Guia da renda variável: tudo o que você precisa saber para investir!

Muitos investidores têm interesse em investir em renda variável, apesar do receio em relação aos riscos. Afinal, essa classe de investimentos [...]

Guide Investimentos - 15/09/2021

Como a tributação dos dividendos pode afetar os seus investimentos?

Os primeiros dias de setembro de 2021 foram marcados pela aprovação do texto base da reforma do Imposto de Renda na [...]

Syntax Finance - 14/09/2021

6 Informações que você precisa conhecer antes de começar a investir na bolsa!

Quem quer começar a investir na bolsa precisa conhecer diversas informações importantes. Afinal, fazer aportes sem entender esse mercado e o [...]

Guide Investimentos - 13/09/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções