O que são Fundos Imobiliários?

Nos últimos anos, a taxa básica de juros tem caído bastante. Em outubro de 2016, ela era 14,25% ao ano. Hoje, está em 3,75% ao ano. Com os juros mais baixos, os investidores começam a se interessar cada vez mais por produtos como ETFs e debêntures, sobre os quais já falamos aqui, e fundos imobiliários. Para você ter uma ideia, em 2017, havia 89 mil investidores em FII, como são conhecidos. Em janeiro deste ano, esse número já havia sido multiplicado por oito, aproximadamente.

número de investidores em Fundos Imobiliários cresce exponencialmente em 2020, comparado ao mesmo mês nos anos anteriores

Mas por que há tanto interesse por fundos imobiliários?

Eles são uma forma simples, acessível e eficiente de investir em ativos imobiliários, que podem ser imóveis ou títulos de renda fixa ou variável com lastro (garantia) em imóveis. Outra grande vantagem deste tipo de investimento é que ele não é tão caro. As cotas, negociadas na B3, geralmente custam menos de R$ 200. Além disso, os riscos são similares aos de investir em imóveis propriamente.

Quais são os tipos de Fundos Imobiliários?

Os fundos de tijolo são os que efetivamente compram imóveis inteiros ou parte deles. Os principais exemplos são escritórios de alto padrão, shoppings e galpões de logística, mas também há fundos que investem em lojas de rua, agências bancárias, hotéis e flats, hospitais, silos, apartamentos, entre outros.

Há também os fundos de papel que investem principalmente em CRI (Certificados de Recebíveis Imobiliários), mas também em LIG (Letra Imobiliária Garantida) e em LCI (Letra Imobiliária Garantida). Esses dois últimos são títulos de renda fixa com lastro no mercado imobiliário.

Um terceiro tipo é chamado de fundos de fundos, também conhecidos como FOF (fund of funds, em inglês). Eles compram majoritariamente cotas de outros fundos imobiliários. Dessa maneira, qualquer um pode comprar cotas de um ou mais fundos – o que permite investir em imóveis de alto padrão, de segmentos variados e localizados em diversas regiões do país ou em frações dos títulos de renda fixa com lastro imobiliário ou ainda em cotas de outros FII.

Qual o rendimento de Fundos Imobiliários?

Uma vez cotista de um fundo imobiliário, os investidores passam a ganhar rendimentos. Ou seja, recebem o lucro proveniente das atividades dos fundos – locação ou venda de imóveis, juros dos títulos de renda fixa ou rendimentos das cotas dos outros fundos investidos (no caso dos FOF).

Na maioria das vezes, esse dinheiro é distribuído mês a mês e acaba funcionando como uma renda de aluguel. As pessoas físicas não pagam impostos sobre esses ganhos, desde que o fundo cumpra exigências que, na prática, a maioria deles atende: ter mais de 50 cotistas (a maioria tem milhares) e ter cotas listadas em bolsa. Caso um único investidor tenha mais de 10% das cotas, ele ou ela perde a isenção, mas isso não afeta os demais. O cotista recebe os rendimentos em dinheiro, diretamente na conta da corretora.

Existem mais de 200 fundos imobiliários listados na B3. Essa variedade permite criar carteiras bem diversificadas por segmentos de imóveis e tipo de fundo (tijolo, papel ou FOF). Ainda que não seja tão simples decidir dentre tantas opções, você sempre pode contar com relatórios de análise e assessoria dos profissionais da corretora de valores cadastrada na B3 para ajudar na sua escolha.

Quer saber mais sobre fundos imobiliários? Acesse www.b3.com.br, Produtos e Serviços, Negociação, Fundos de Investimentos, FII.

Relacionados

5 Investimentos de liquidez diária que você deve conhecer

Os investimentos com liquidez diária trazem vantagens interessantes para os investidores que precisam de dinheiro disponível a qualquer momento. Afinal, nem [...]

Guide Investimentos - 26/11/2020

Confira o que são os fundos de debêntures incentivadas e se ainda vale a pena investir

A renda fixa, mesmo tendo ativos considerados mais seguros, é possível que, em situações adversas de mercado, também passe por situações [...]

Syntax Finance - 26/11/2020

O que é KNIP11 e quais são os melhores fundos imobiliários na renda fixa

Engana-se quem ainda acredita que para investir em renda fixa é preciso limitar-se a CDB, LCA, LCI e títulos públicos. Contrário [...]

Syntax Finance - 24/11/2020

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções