+0,00% R$0,00
+0,00% R$0,00
Carregando...

Como lidar com as dificuldades financeiras vindas com o coronavírus?

Desde que foi decretado como pandemia pela Organização Mundial de Saúde (OMS), o novo coronavírus tem causado importantes mudanças no Brasil e no mundo. Dentre as principais medidas adotadas para tentar conter da Covid 19, o distanciamento social associado a práticas básicas de higiene tem se mostrado o método mais viável e eficaz. Contudo, os efeitos colateraispodem ser vistos na economia e preocupa muitos brasileiros. Se por um lado a quarentena tem sido essencial para evitar um colapso no sistema de saúde do Brasil, por outro tem tirado o sono daqueles que sentem no bolso seu impacto. Se este é seu caso, continue a leitura e confira dicas para tentar controlar seu orçamento e lidar com as finanças.

Saúde versus Economia

Segundo dados apresentados pelo Ministério da Saúde, o número de casos confirmados e óbitos causados pelo Covid-19 aumentaram substancialmente no país. Em paralelo, os setores de comércio e serviços também pedem socorro, uma vez que a súbita paralisação pegou todos de surpresa.

Todos os países do mundo estudam alternativas para reativar a atividade econômica sem trazer danos à saúde, evitando assim uma segunda onda de infecções que provocaria mais prejuízos. Porém, especialistas afirmam que ainda não há conhecimento suficiente para traçar um plano seguro para saída do isolamento social. Sendo assim, não nos resta outra alternativa a não ser adaptar-se.

 E agora, o que fazer para superar a crise?

É fato que as finanças pessoais dos brasileiros estão sentindo os impactos da quarentena. O mais importante agora são os ajustes que podem ser feitos para minimizar esses efeitos e passar da melhor forma possível por esse período de muitas incertezas. Para começar, não se desespere. Manter o equilíbrio em situações de estresse é essencial para superar qualquer crise.

 Em seguida, prepare um controle financeiro. Semelhante a uma empresa, saber exatamente quanto entra e sai de dinheiro é fundamental para manter a organização de suas finanças, assim como para identificar gastos supérfluos que podem ser reduzidos ou mesmo eliminados. Toda economia será bem-vinda.

 Caso haja dívidas, nunca perca a chance de negociar.  Estude alternativas viáveis e interessantes tanto para você quanto para o seu credor. Este também é um bom momento para pensar em um novo financiamento com taxas menores para sair do sufoco das dívidas, caso você as tenha.

 No mundo dos investimentos, sempre é mencionado a importância da reserva de emergência. Caso você tenha algum dinheiro disponível ao resgate, pense muito bem antes de utilizar suas economias. Aja racionalmente e calcule por quanto tempo esta reserva suprirá suas necessidades. Este também é o período para buscar por outras fontes de renda para complementar seus ganhos.

 Caso esteja no perfil, recentemente o Governo Federal iniciou o pagamento do auxílio emergencial de modo a garantir uma renda mínima aos brasileiros em situação mais vulnerável durante a pandemia, uma vez que muitas atividades econômicas foram gravemente afetadas pela crise.

 E para quem é empreendedor?

Embora estejamos diante de um cenário desafiador, sobretudo para os pequenos e médios empresários, não podemos perder o foco. Para passar por essa turbulência é necessário uma dose turbinada de inovação e criatividade. Fazer novas parcerias e utilizar dos veículos de comunicação online podem ser uma boa alternativa.

 Em paralelo, revise o orçamento, reduza custos, renegocie dívidas e, claro, permaneça atrativo. Se necessário, procure ajuda. O Sebrae, por exemplo, criou um canal exclusivo para auxiliar os pequenos negócios a terem informações sobre o que os empresários de todo o Brasil e do mundo têm feito para se fortalecer.

É certo que estamos diante de um momento delicado. As fortes oscilações no mercado, fruto das incertezas geradas pelo novo coronavírus, preocupam a todos. Ainda assim, por mais desafiador que seja, temos a opção de fazer desse momento uma oportunidade para desenvolver novas habilidades e nos qualificar para os desafios que ainda virão.

Bitnami