Cotações por TradingView

HASH11: tudo sobre o ETF de criptomoedas da B3

Tempo de leitura: 5 minutos

O HASH11 é o primeiro ETF que replica um índice de criptomoedas no Brasil. Suas cotas passaram a ser negociadas na Bolsa em abril de 2021. 

Disponível aos investidores em geral, o ETF HASH11 é uma opção acessível para aqueles que desejam ingressar com segurança no mercado de criptoativos.

O que veremos neste artigo?

Relembre o que é ETF
O que é mercado de criptoativos?
Como surgiu o ETF HASH11 e como ele funciona?
Como posso investir em HASH11?
Quais são as vantagens do HASH11?
E os riscos do HASH11?
Preciso declarar os investimentos em HASH11 no imposto de renda?
Considerações

Para conhecer melhor esta alternativa que tem atraído a atenção de investidores brasileiros, continue a leitura deste guia e saiba como o HASH11 pode contribuir com a diversificação e o retorno de sua carteira de investimentos.

Relembre o que é ETF

O ETF ou Exchange Traded Fund, em inglês, é um tipo de fundo de investimento que tem sua carteira atrelada a um índice de referência, como o Ibovespa. 

Também conhecido como fundo de índice, o ETF tem suas cotas negociadas na bolsa de valores, assim como as ações, por isso ele é considerado um ativo de renda variável.

Ao adquirir suas cotas, o investidor passa a ter seu dinheiro aplicado em uma cesta de ativos, literalmente. Isso acontece porque o fundo replica a carteira teórica do índice escolhido. Como, neste caso, a gestão é passiva, o ETF possui taxa de administração menor que a dos fundos tradicionais.

No mercado global existem diferentes tipos de fundos de índices. Até o momento, 44 ETFs de renda variável e 7 ETFs de renda fixa estão disponíveis para negociação na bolsa brasileira, a B3.

O que é mercado de criptoativos?

Segundo a CVM (Comissão de Valores Mobiliários), criptoativos são ativos virtuais, protegidos por criptografia, presentes exclusivamente em registros digitais, cujas operações são executadas e armazenadas em uma rede de computadores. 

O mercado de criptoativos surgiu com o objetivo de fazer transações virtuais sem o intermédio das instituições financeiras, utilizando ativos digitais, envolvidos por uma inovação tecnológica, o blockchain.

O Bitcoin (BTC) é uma das moedas digitais mais conhecidas, certamente pela alta rentabilidade apresentada em determinados períodos. Além dele, há o ethereum (ETH), litecoin (LTC), ripple (XRP), entre outros.

Essas moedas digitais, quando adquiridas, ficam armazenadas em uma carteira digital. Outra opção é investir através dos fundos de investimento lastreados em criptomoedas ou ETFs, como o HASH11.

A CVM e o Banco Central do Brasil ainda discutem sobre a regulamentação dessa classe desse mercado. Para Roberto Campos Neto, diretor do BACEN, “o mercado financeiro está mudando tanto que tudo está virando dados. Precisamos remodelar o mundo da regulamentação”.

Como surgiu o ETF HASH11 e como ele funciona?

O HASH11 é o primeiro fundo de índice de criptomoedas listado na bolsa brasileira, lançado em abril de 2021. Ele foi desenvolvido pela Hashdex, gestora de recursos brasileira com foco em criptoativos, em conjunto com a bolsa americana, Nasdaq.

De acordo com sua política de investimento, o HASH11 investe no mínimo 95% do seu patrimônio líquido no Hashdex Nasdaq Crypto Index ETF, cuja carteira é definida pelo Nasdaq Crypto Index (NCI).

O índice NCI é constituído pelos ativos que melhor representam o mercado global de tecnologia e utiliza critérios rigorosos de elegibilidade na seleção dos ativos.

Como posso investir em HASH11?

Como o HASH11 é negociado na bolsa de valores, o processo de aplicação é o mesmo utilizado no mercado de ações. O investidor precisa apenas acessar o seu home broker e adquirir as cotas do fundo.

Qualquer pessoa física ou jurídica pode investir no ETF HASH11, sempre com atenção aos riscos envolvidos nesta classe de ativos. Portanto, antes de investir revise o seu perfil de investidor.

Quais são as vantagens do HASH11?

O ETF HASH11 é uma alternativa para acessar as principais criptosmoedas do mundo utilizando um único ativo e com um investimento inicial baixo, o que torna a operação prática e acessível.

Outra vantagem do HASH11 é o fato de suas cotas serem negociadas na bolsa de valores e ser regulamentado pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários) e ANBIMA (Associação Brasileira de Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais).

Rogério Santana, diretor de relacionamento com clientes da B3, reforça que “o ETF oferece a praticidade de investir em uma carteira diversificada de ativos com apenas uma transação. Ou seja, o investidor não precisa se preocupar em ter que comprar ou vender ativos para replicar os resultados do índice de referência”.

Além disso, a Receita Federal permite que prejuízos em ETFs sejam compensados no imposto de renda. Benefício que não é concedido a quem investe diretamente nos criptoativos.

E os riscos do HASH11?

Ao adquirir cotas do HASH11, o investidor está exposto às oscilações do mercado de criptomoedas, que é de alta volatilidade. Este, portanto, é o principal risco daqueles que decidem investir neste ETF. 

Preciso declarar os investimentos em HASH11 no imposto de renda?

Todo investimento, tributável ou não, deve ser declarado no imposto de renda. No caso do HASH11, é necessário informar no campo de “Bens e Direitos”, Código 74, a quantidade de cotas que possui e o CNPJ da gestora.

O recolhimento de imposto é realizado via DARF (Documento de Arrecadação de Receitas Federais) até o último dia útil do mês seguinte da venda das cotas e o lucro tributado à alíquota de 15%. Neste caso, não há incidência de IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) e come-cotas. 

Considerações

A cada dia o mercado financeiro disponibiliza alternativas de investimento que atendam a diferentes objetivos, necessidades e perfis de investidor.

O mercado de moedas digitais pode ser visto como um instrumento de diversificação, especialmente aos investidores mais arrojados, que priorizam o ganho de capital.

Quer saber mais sobre novos ativos financeiros? Continue lendo o guia financeiro e não deixe passar nenhuma novidade. 

Relacionados

Índice de Treynor: descubra qual retorno da sua carteira com esse índice!

Um dos principais objetivos dos investidores é construir patrimônio. Nesse sentido, a rentabilidade da carteira é um dos critérios que devem [...]

Debora - 26/11/2021

A teoria dos jogos mortais

Jogos Mortais, do nome original Saw, é uma franquia de filmes de terror e suspense de enorme sucesso em todo o [...]

Terraco Econômico - 26/11/2021

Existe ETF de bitcoins? Conheça fundos de índice para investir em criptomoedas!

As criptomoedas vêm se destacando no mercado financeiro, atraindo a atenção de diversos investidores. Como consequência, é comum que novas alternativas [...]

Guide Investimentos - 26/11/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções