Entenda quais são as formas de investir hoje no Mercado Imobiliário e o que são Fundos de Crédito

Tempo de leitura: 2 minutos

Hoje muito se fala sobre investimentos no mercado Imobiliário e formas de receber aluguel sem, necessariamente, adquirir um imóvel diretamente. Inclusive, com isenção de IR para as Pessoas físicas nos rendimentos auferidos e maior liquidez dos investimentos através do mercado secundário. São os fundos de investimento imobiliário. Conhecidos no mercado como “FII”.

 E você sabe como investir em fundos Imobiliários? Confira a matéria abaixo.

Tipos de fundos imobiliários

Atualmente, é possível investir no segmento imobiliário através de 2 tipos de fundos imobiliários:

1.  Fundos Imobiliários de “Tijolo”

São fundos que adquirem ativos imobiliários como Lajes Corporativas, Galpões, Shoppings, Unidades Residenciais, etc. Neste tipo, os investidores se tornam proprietários destes ativos ao adquirir cotas de fundos e estão expostos as oscilações positivas e negativas do recebimento dos aluguéis e da valorização dos imóveis detidos pelos fundos. Ou seja, são fundos de investimento que investem em ativos de renda variável.

2.  Fundos Imobiliários de Recebíveis “FIIs de CRI ou FIIs de Papel”

Já os fundos imobiliários de recebíveis são fundos de investimento em renda fixa, mais especificamente em crédito privado. Também conhecidos como “FIIs de CRI” ou “FIIs de Papel”. Neste tipo, a carteira de investimento é composta por ativos de renda fixa com lastro imobiliário com pagamentos de juros e amortização previamente definidos. São fundos que investem em operações de crédito imobiliário com recebíveis e garantias imobiliárias em diferentes segmentos como Lajes Corporativas, Galpões Logísticos, Unidades Residenciais, Shoppings, entre outros.

Vantagens de investir em Fundos Imobiliários de Recebíveis

Veja as maiores vantagens de Investir em Fundos Imobiliários de Recebíveis, o segmento mais representativo do IFIX, e segmento de destaque dentre os fundos imobiliários em termos de performance durante 2020.

Por investir em ativos com maior previsibilidade, os investimentos em Fundos Imobiliários de Recebíveis são opções bastante atrativas de diversificação e redução de risco, podendo trazer resiliência em momentos com maior volatilidade no mercado. Fundos imobiliários de recebíveis, quando bem geridos e estruturados, oferecem uma excelente relação risco retorno. Além disso, a forma com que os ativos de crédito são estruturados permite uma série de mitigações de riscos via instrumentos e garantias reais. 

Os fundos de recebíveis oferecem, além do benefício fiscal para investidores pessoas físicas, a possibilidade de investir no mercado imobiliário com diversificação e a solidez dos ativos reais por meio dos instrumentos de garantia.   

Por esta razão que esse tipo de investimento apresentou uma performance muito resiliente durante os últimos meses.

Dessa forma, em um contexto ainda incerto sobre o impacto do covid-19 e como será a retomada da economia ao longo de 2021, os FIIs de CRI são opções de investimento interessantes unindo retorno consistente com diversificação, sólidas estruturas de garantias imobiliárias e indexação a inflação ou ao CDI. 

Quer investir em Fundos Imobiliários? Saiba mais no site da Guide!

Relacionados

Qual a diferença entre LC, LCI e LCA?

Os investimentos em renda fixa trazem diversas possibilidades para quem deseja ter mais segurança e previsibilidade quanto ao retorno. Na hora [...]

Guide Investimentos - 12/04/2021

5 lições de Charlie Munger

Charlie Munger é um dos investidores mais consagrados da história, vice-presidente da Berkshire Hathaway, parceiro de longa data de Warren Buffett. [...]

Suno Research - 07/04/2021

O que é o mercado de ações e como ele funciona

Entre riscos e a volatilidade inerente ao processo, o mercado de ações vale a pena para o investidor que busca ampliar [...]

Syntax Finance - 07/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções