EUA: com flexibilização, empresas começam a reagir sobre uso de máscaras

Tempo de leitura: 1 minuto

Empresas americanas começaram a repensar seus requisitos para uso de máscaras depois que os reguladores federais de saúde relaxaram suas diretrizes nesta semana e, nesta sexta-feira, 14, o Walmart fez o primeiro grande movimento para se inclinar à nova visão.

O maior empregador privado dos EUA disse que não exigirá mais que os trabalhadores totalmente vacinados e clientes usem máscaras em lojas e armazéns fora dos municípios que o exigem. A nova política do Walmart para seus 1,6 milhão de trabalhadores entra em vigor no dia 18 de maio, disse a empresa, enquanto os clientes vacinados já podem comprar sem máscara.

A Costco Wholesale fez uma mudança semelhante. Executivos de setores que vão de automóveis a mercearias disseram que ainda estão lutando para saber como responder às novas diretrizes, que observam conflitos em muitos casos com protocolos estaduais, locais e outros específicos para certos setores.

Alguns varejistas disseram que estavam revisando as recomendações. A Kroger, a maior rede de supermercados do país, indicou que continuará exigindo máscaras e incentivando o distanciamento social. A empresa disse que está pedindo feedback aos funcionários enquanto analisa as práticas de segurança e as orientações mais recentes.

Fonte: Dow Jones Newswires.

Relacionados

Langoni foi bom amigo que a pandemia me impediu de encontrar, lamenta Meirelles

O ex-ministro da Fazenda e atual secretário da Fazenda e Planejamento do Estado de São Paulo, Henrique Meirelles, lamentou neste domingo, [...]

Estadão - 13/06/2021

G7 expressa preocupação sobre China e quer mais estudos sobre origem da covid-19

Em comunicado divulgado neste domingo, os líderes do G7 emitiram um apelo para um novo estudo sobre as origens da covid-19, [...]

Estadão - 13/06/2021

'Langoni foi um economista brilhante', diz Sachsida

O secretário de Política Econômica do Ministério da Economia, Adolfo Sachsida, usou as redes sociais para lamentar a morte do ex-presidente [...]

Estadão - 13/06/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções