Na ONU, presidente da África do Sul diz que entidade é ‘fiadora da paz mundial’

Tempo de leitura: 1 minuto

Em discurso na 75ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), o presidente da África do Sul, Cyril Ramaphosa, defendeu o multilateralismo e chamou a entidade de “fiadora da paz mundial”. “O sistema da ONU é o melhor meio para enfrentar e superar desafios globais”, declarou o mandatário nesta terça-feira, 22.

Tais desafios, segundo Ramaphosa, são muitos. “Emergências de saúde, crime transnacional, conflito e guerra, mudança climática, migração e desastres naturais”, citou. “A tarefa que temos pela frente é traçar o curso para um futuro transformador e inclusivo após a pandemia do coronavírus. (…) A paz global não se trata apenas de um mundo livre de conflitos. É também um mundo sem pobreza, desigualdade e subdesenvolvimento”, acrescentou.

Relacionados

Bolsonaro: economia formal se recupera enquanto informalidade está uma catástrofe

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta terça-feira, 20, que a economia formal mostra sinais de recuperação enquanto a atividade [...]

Estadão - 20/04/2021

Foco da conversa é redução de desmatamento e não dinheiro, dizem EUA

O pedido de verba para financiar a proteção ambiental no Brasil tem sido colocado na mesa pelo governo Bolsonaro nas conversas [...]

Estadão - 20/04/2021

Biden diz que condenação de Chauvin pode ser passo para Justiça nos EUA

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou nesta terça-feira, 20, que a condenação do ex-policial Derek Chauvin pela morte de [...]

Estadão - 20/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções