+0,00% R$0,00
+0,00% R$0,00
Carregando...

Afinal, o que é educação financeira?

Educação financeira é o conhecimento sobre o gerenciamento pessoal das finanças. Ela nos proporciona inúmeros benefícios, como se proteger de fraudes financeiras, planejar um futuro com segurança e conseguir caminhos para alcançar objetivos de curto, médio e longo prazo.

A educação financeira fornece aos consumidores o conhecimento e as habilidades necessárias para avaliar a adequação de vários produtos financeiros e oportunidades de investimento disponíveis no mercado financeiro.

O conhecimento nesta área se tornou muito importante nos últimos anos, pois os mercados financeiros se tornaram mais complexos e existe uma lacuna de informações entre os mercados e os investidores, levando a dificuldades em fazer escolhas corretas em relação ao próprio dinheiro.

A falta de conhecimento financeiro pode levar à más escolhas financeiras que podem ter consequências negativas no bem-estar de um indivíduo.

Como melhorar sua educação financeira?

As principais etapas para melhorar sua educação financeira incluem:

 

  • 1 – Adquirir habilidades para criar um orçamento sustentável e realista – não adianta ganhar R$ 3.000 e fazer um orçamento de R$ 5.000 e esperar que o restante venha;
  • 2 – A capacidade de acompanhar de perto os gastos;
  • 3 – O conhecimento das técnicas para quitar e evitar as dívidas e;
  • 4 – O planejamento eficaz da aposentadoria;

Essas etapas também podem incluir uma assessoria de um especialista em finanças pessoais, porém não é uma regra. Pode-se encontrar diversos conteúdos financeiros gratuitamente pela internet, como por exemplo “Os 3 Princípios Básicos Sobre Educação Financeira”.

A importância da educação financeira 

A educação financeira ajuda as pessoas a se tornarem autossuficientes, para que possam almejar e, porque não, conquistar estabilidade e independência financeira. Aqueles que entendem o assunto têm mais autonomia para tomar decisões e conseguem avaliar se um item é necessário, se é acessível e se é um ativo ou um passivo.

O analfabetismo financeiro afeta todas as idades e todos os níveis socioeconômicos. A falta de conhecimento financeiro faz com que muitas pessoas se tornem vítimas de empréstimos a perder de vista, fraudes e altas taxas de juros, resultando em falta de crédito, endividamentos monstruosos ou até a perda de bens.

Sabe-se que no Brasil boa parte das pessoas não possui o conhecimento básico sobre organização financeira. Nossas escolas, salvo raras exceções, não tinham o costume de ensinar aos estudantes a poupar e pensar a investir no longo prazo. A nova BNCC (Base Nacional Comum Curricular) insere a partir de 2020 a disciplina “Educação Financeira” como conteúdo obrigatório em todas as escolas brasileiras. É um grande passo.

Conclusão 

Compreender o que é e a importância da educação financeira possibilita saber como gerenciar melhor seu dinheiro. Isso significa aprender a pagar suas contas, como economizar e como fazer seu dinheiro trabalhar por você (investir).

A falta de educação financeira é um problema com amplas implicações para a saúde econômica de um país e uma melhoria pode trazer a possibilidade da economia nacional se tornar mais competitiva.

Bitnami