Pode ser necessário uma pausa ou mesmo um recuo em reabertura, diz Fauci

Tempo de leitura: 2 minutos

Diretor do Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos, Anthony Fauci afirmou que “pode ser necessário fazer uma pausa ou mesmo um recuo” no processo de reabertura econômica em alguns Estados americanos, diante da disseminação da covid-19 nessas regiões. A declaração foi dada durante entrevista virtual dele ao jornal The Washington Post, na qual ele disse que não mencionaria casos específicos em que considera isso necessário.

“Todos querem reabrir o país”, afirmou Fauci.

A autoridade de saúde americana, porém, disse que alguns Estados pularam etapas na reabertura, recomendando que ocorram agora recuos e uma abordagem “mais prudente” para evitar novos surtos da doença.

Sobre a reabertura de escolas, o médico disse que concorda com o princípio geral de que isso é benéfico para as crianças e também lembrou que estudos mostram que elas na grande maioria dos casos não desenvolvem quadros da doença. Mas também recordou que há incertezas sobre o papel das crianças na disseminação do vírus, com pesquisas em andamento. Fauci disse que, nesse quadro, deve-se levar em conta o contexto de cada região, desde questões sociais até o nível da contaminação presente em cada área.

Questionado sobre a perspectiva de uma vacina para a covid-19, Fauci disse que “por volta do fim deste ano” ou no início do próximo já será possível saber se alguma das candidatas em testes é “segura e eficiente”. A questão nesse ponto, lembrou, será conseguir produzir em larga escala a vacina. Fauci projetou que ao longo de 2021 a vacina deve estar disponível para os americanos, caso elas passem nos testes.

Na opinião de Fauci, devem surgir mais resultados positivos sobre medicamentos contra a doença, antes de uma vacina ser confirmada. Ele lembrou que alguns tratamentos já se mostraram eficazes, “a maioria para casos graves”, citando o remdesivir e a dexametasona, e também recordando que há estudos em andamento sobre medicamentos para casos mais leves.

Ao ser perguntado sobre o presidente Donald Trump, Fauci elogiou o fato de que ele tem falado recentemente sobre a importância do uso de máscaras e de se evitar multidões. Disse também ter tido um telefonema “positivo” com Trump, sem querer entrar em detalhes sobre a conversa. Ao ser questionado sobre a ausência em coletivas da força-tarefa da Casa Branca contra a covid-19, Fauci disse que sua presença talvez nem seja muito necessária, já que as questões para o presidente acabam por tocar em outros temas de fora de sua alçada.

Relacionados

IBGE: volume de serviços prestados sobe 3,7% em fevereiro ante janeiro

O volume de serviços prestados subiu 3,7% em fevereiro ante janeiro, na série com ajuste sazonal, segundo os dados da Pesquisa [...]

Estadão - 15/04/2021

Juros longos têm viés de baixa; curtos ficam estáveis após IGP-10 e serviços

Os juros futuros operam perto dos ajustes de ontem, com viés de baixa nos longos e médios, em linha com o [...]

Estadão - 15/04/2021

BoJ corta avaliação econômica de duas das nove regiões do Japão devido à covid-19

O Banco do Japão (BoJ) cortou sua avaliação econômica de duas das nove regiões do país devido à covid-19. No chamado [...]

Estadão - 15/04/2021
Logo o guia financeiro

Entrar

Como deseja continuar?

Abra sua conta

Preencha os campos abaixo
ou use uma das opções